close
logorovivo2

Coren-RO alerta para as Escolas Técnicas de Enfermagem que estão atuando irregularmente

Coren-RO alerta para as Escolas Técnicas de Enfermagem que estão atuando irregularmente

DA REDAÇÃO

6 de Junho de 2013 às 16:16

Coren-RO alerta para as Escolas Técnicas de Enfermagem que estão atuando irregularmente

FOTO: (Divulgação)

O Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia, alerta aos estudantes que tem interesse em fazer curso técnico em enfermagem, para que fiquem atentos e consultem o Conselho Estadual de Educação para se ASSEGURAREM que estas escolas estejam devidamente autorizadas e registradas no Conselho Estadual de Educação (CEE), para ministrar os cursos em determinados municípios, pois em reunião recentemente, o Coren-RO foi informado a respeito de inúmeras irregularidades de escolas que estão funcionando sem autorização do CEE.
O ALERTA é para que os alunos nãos sejam prejudicados por parte destas escolas que não estão aptas a oferecer os cursos propostos, o que certamente impossibilitará o registro dos profissionais egressos dessas instituições.
Com base nessas denúncias a orientação do Coren-RO é para que antes de se inscrever ou mesmo os que já estão inscritos em um curso técnico em enfermagem, o interessado faça contato com o Conselho Estadual de Educação, através do telefone (69) 3216-5345 e verifique se a escola de escolha está devidamente credenciada no sistema de ensino de Rondônia e se o funcionamento está autorizado.
Para a presidente do Coren-RO, Patrícia Ribeiro, a preocupação é debater a oferta e a qualidade dos cursos Técnicos de Enfermagem oferecidos pelas Escolas, devido a exigência e necessidade de considerável prática para a formação de bons profissionais. Por isso, o Conselho alerta, pois a oferta irregular invalida o curso e, consequentemente o Coren-RO não poderá fazer o registro profissional.
“Apesar da emissão do certificado de conclusão por parte da escola, o curso pode não estar de acordo com a legislação educacional vigente em termos de credenciamento da escola ou autorização do curso”, explica a presidente.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS