close
logorovivo2

Ações para 2013 no Território Madeira Mamoré estão definidas

Ações para 2013 no Território Madeira Mamoré estão definidas

DA REDAÇÃO

23 de Outubro de 2012 às 14:39

Ações para 2013 no Território Madeira Mamoré estão definidas

FOTO: (Divulgação)

Dando segmento ao planejamento para execução das ações da Associação de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater), gerentes das 20 unidades instaladas nos cinco municípios que compõem o Território Madeira Mamoré em 2013 estiveram reunidos, em Porto Velho, para definir as atividades em suas regiões.
O encontro foi realizado na sede do escritório regional da Emater, em Porto Velho e contou com a presença do secretário executivo da Emater, Elisafan Sales. A proposta para 2013 deve incrementar o investimento, através de crédito rural e dar um novo fôlego no desenvolvimento das áreas animal e vegetal.
Durante a reunião foram dadas prioridades a cinco grandes ações: Implementação do Programa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Proater) 2013, Desenvolvimento da área animal, desenvolvimento da área vegetal, implantação de agroindústrias e crédito rural. O Proater é o planejamento básico das ações de assistência técnica e extensão rural a ser desenvolvida no campo. Através dele são definidas as metodologias de ação, de acordo com a necessidade e realidade de cada lugar. Assim foram definidas, dentro de cada área de atuação e junto com cada supervisor de área, as reuniões, visitas, palestras, seminários e outras metodologias a fim de melhor atender a demanda local.
Umas das propostas para a área animal é investir na bovinocultura leiteira, que obteve significativo crescimento na produção de leite, em 2012, chegando à produção de 143.537 litros de leite/dia (dados da Emater). “A perspectiva é de aumentar, em 2013 ainda mais a produção leiteira, investindo em práticas de manejo de pastagem e alimentação do rebanho”, diz Marcio Milani, gerente da Emater no Território Madeira Mamoré.
Já, na área vegetal a meta é manter as existentes e implantar novas lavouras cafeeiras incentivando o uso das tecnologias; investir, em parceria com a Comissão Executiva da Lavoura Cacaueira (Ceplac) na cultura do cacau; e dar continuidade às lavouras anuais que estão em expansão no território, bem como os produtos da sociobiodiversidade (açaí, pupunha, etc.).
O crédito rural é um das atividades que tem crescido muito na região, sendo investido, em 2012, cerca de 70 milhões de reais em projetos para a agricultura familiar. “Em 2013 nós vamos buscar mais investimento no sentido de ampliar o número de projetos elaborados e produtores atendidos”, afirma Milani.
Carro-chefe das políticas de desenvolvimento do governo estadual, a agroindústria, através do Programa de Verticalização da Agricultura Familiar (Prove), encontra-se atualmente em fase de regularização na região. A proposta para 2013 é incrementar essa ação com incentivo, através da linha crédito Pronaf Mulher, para implantação de novas agroindústrias com o intuito de agregar valor e renda à família rural.
Segundo o secretário executivo da Emater, Elisafan Sales, a proposta da Emater para 2013 segue as orientações da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Regularização Fundiária (Seagri), que tem como foco o fortalecimento da agricultura no Estado. Na oportunidade ele elogiou o trabalho que vem sendo realizado pelas 20 unidades instaladas na região, dizendo ser essa uma das últimas fronteiras para o desenvolvimento do setor agropecuário no Estado de Rondônia.Além dos temas mencionados, também foram discutidas as ações para implantação do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR) e implementação do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS