close
logorovivo2

Guajará-Mirim tem semana de tecnologia com ministro da ciencia

Guajará-Mirim tem semana de tecnologia com ministro da ciencia

DA REDAÇÃO

22 de Outubro de 2012 às 15:00

Guajará-Mirim tem semana  de tecnologia com ministro da ciencia

FOTO: (Divulgação)

Novas tecnologias na produção do café, irrigação de pastagens, cultivo de frutas e modalidades de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) foram temas do último dia de atividades da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) em Ariquemes, concluída sexta-feira (18). Foram ministradas palestras e realizados dias de campo direcionados a agricultores familiares e empreendedores.

 Nesta quarta, dia 24, Guajará-Mirim, iniciará as atividades da SNCT. A abertura do evento, promovido pelo Sebrae Rondônia, em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, o Ministério da Integração Nacional, Sebrae Nacional, entre outros, contará com a presença do Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antônio Raupp, e diversas autoridades rondonienses.

“Essa foi a primeira vez que fomos convidados a participar de uma palestra sobre novas tecnologias.”, afirmaram os produtores Iracema Ferreira Ribeiro, 51, e Dirceu Antônio Escorce, 66, ao participarem do último dia de atividades da SNTC em Ariquemes. Iracema e Dirceu são agricultores familiares e hoje vivem na zona rural do Município de Ariquemes. Eles participam de projetos de desenvolvimento promovidos pelo Sebrae Rondônia no âmbito das políticas públicas de desenvolvimento do Território da Cidadania do Vale do Jamari, que é formado pelos municípios Cujubim, Alto Paraíso, Rio Crespo, Ariquemes, Buritis, Monte Negro, Cacaulândia, Machadinho d'Oeste e Campo Novo de Rondônia.

Café - Durante as palestras os agricultores foram informados a respeito do mercado do café, da importância da irrigação em pastagens e sobre tecnologias do cultivo de frutas como acerola, maracujá e goiaba. De acordo com o engenheiro agrônomo consultor do Sebrae, Izaac Miranda, a produção do café é um mercado promissor, devido ao aumento do consumo da bebida em todo o mundo. Em Rondônia mais de 40 mil propriedades de agricultores familiares cultivam a planta. No entanto, a produtividade ainda é de 12 sacas/ha ao passo que poderiam alcançar a marca de pelo menos 40 sacas/ha.
Irrigação e pesquisas - Fernando Rebouças Sampaio, engenheiro agrônomo, apresentou dados de pesquisas sobre aspectos climáticos em Rondônia e a respeito das vantagens de se oferecer pasto irrigado para o gado ao invés de ração seca. Segundo ele, nos últimos anos, as precipitações pluviométricas em Rondônia têm mantido o mesmo volume de águas, mas a distribuição das chuvas está concentrada em menos dias. Medições de temperatura em matas e regiões desmatadas mostraram uma variação de cerca de 20°C durante o dia de um local para outro. Dados como esses levaram os produtores a refletirem sobre a importância da preservação ambiental assim como a respeito da aplicabilidade ou não da irrigação em suas propriedades. Durante as palestras ficou claro que é necessário o investimento no desenvolvimento de mais pesquisas no setor agropecuário em Rondônia.
Mobilização para o desenvolvimento - Em conformidade com as políticas públicas para o desenvolvimento dos Territórios da Cidadania, os municípios dessas regiões possuem um agente de desenvolvimento que mobiliza as comunidades para participarem de projetos de desenvolvimento, muitos deles em parceria com o Sebrae. Em Monte Negro a agente Marilene Cristian mobiliza mais de 380 famílias para participarem de capacitações e projetos. Entre esses está a agricultora Sandra Silva Albino, 32, e outros 14 produtores que passaram a estudar devido à mobilização dessas políticas públicas. Essas também levaram diversos agricultores a participar da programação da SNCT em Ariquemes. Após as palestras os agricultores estiveram em atividades de um dia de campo nas proximidades de Ariquemes.
BNDES - A SNCT foi encerrada com uma palestra do Superintendente da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (Fiero), Gilberto Batista, a respeito da disponibilização do cartão BNDES para as micro e pequenas empresas. O cartão é uma modalidade de crédito pré-aprovada com juros de 12% ao ano que pode ser empregado para a compra de bens necessários para o crescimento de uma empresa. Um capital de giro de baixo custo para viabilizar o crédito. Em Rondônia, somente de janeiro a julho de 2012, já foram realizadas mais de R$ 51 milhões em transações com o cartão. De acordo com Franciluci Santana do Nascimento, Gerente do Sebrae Regional de Ariquemes, as atividades da SNCT foram uma excelente oportunidade para o acesso a informações a empreendedores de todo o Território da Cidadania do Vale do Jamari.
SNTC em Guajará-Mirim - Entre 24 e 27 de outubro será promovida a SNCT em Guajará-Mirim com mais eventos direcionados a empreendedores e microempresas. A cidade escolhida para a realização das atividades está localizada no Território da Cidadania Madeira Mamoré, que é composto pelos municípios Candeias do Jamari, Guajará-Mirim, Itapuã do Oeste, Nova Mamoré e Porto Velho. Essa divisão territorial é uma estratégia do Governo Federal para promover o desenvolvimento econômico e universalizar os programas básicos de cidadania de maneira sustentável.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS