close
logorovivo2

Empresários chineses buscam novos negócios em Rondônia

Empresários chineses buscam novos negócios em Rondônia

DA REDAÇÃO

9 de Maio de 2012 às 16:12

Empresários chineses buscam novos negócios em Rondônia

FOTO: (Divulgação)

Fazer negócios com a China não é algo tão difícil assim. Para provar isso, dois empresários chineses estiveram nesta terça-feira (8) em Porto Velho, em visita ao secretário estadual do Desenvolvimento Econômico e Social (Sedes), Edson Vicente. Vieram conhecer melhor a economia do Estado e vislumbrar novas oportunidades comerciais.
Angelo Xu e Jacky Lau, diretores da empresa IMEX International Trading, há três anos iniciaram uma rotina comercial que envolve passarem dois meses no Brasil e dois meses na China. No período em que estão em nosso país, buscam novos negócios, visando a exportação de produtos brasileiros para o mercado oriental e, de outro lado, a importação de produtos do Oriente para o Brasil.
 
Falando a língua portuguesa com fluência, os chineses estão interessados em tudo que possa ser consumido na China, especialmente alimentos. Eles mostraram atenção especial na aquisição de miúdos de boi, que são muito apreciados em seu país. Tanto que já estão exportando um contêiner por semana, via estrada do Pacífico. “Mas isso é só o início”, garantem os dois empresários, que pretendem continuar visitando frigoríficos em todo o Estado. De Porto Velho, os chineses seguem para Manaus, sua base brasileira, e posteriormente para a China, devendo retornar ao nosso país dentro de algumas semanas.

Japonês

O estudante japonês Rui Kato, intercambista da Universidade Federal de Pernambuco, acompanhou a visita dos empresários chineses. Os três orientais assistiram a uma palestra da médica veterinária da Idaron, Caroline Cadamuro, que apresentou números da economia de Rondônia, com maior detalhamento sobre a pecuária de corte no Estado.

Caroline comentou sobre a evolução das exportações de produtos cárneos de Rondônia para mercados como Rússia, Oriente Médio, China e Taiwan. “Rondônia possui status de área livre de aftosa com vacinação”, destacou. “Temos um rebanho estimado em 12,480 milhões de bovinos e um total de 17 frigoríficos com inspeção federal e outros cinco com inspeção estadual”, completou.

Além dos miúdos de boi, os chineses também conheceram detalhes sobre outros alimentos que fazem parte da atual pauta de exportações de Rondônia e podem interessar aos orientais, como a farinha de banana (produzida por uma indústria de Ariquemes), a produção do pirarucu em cativeiro (Rondônia é o único Estado com autorização para exportar) e o cultivo do cacau (produto que poderá vir a ser industrializado dentro do Estado).

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS