close
logorovivo2

TRÂNSITO – Agentes de Trânsito de Porto Velho perseguem e intimidam condutor de veículo – FOTOS

Após a discussão, houve uma perseguição e quando chegaram na rua Anita Garibaldi com Costa e Silva os agentes fecharam o veículo e disseram: “Encosta playboy!”.

DA REDAÇÃO

15 de Dezembro de 2011 às 11:11

TRÂNSITO – Agentes de Trânsito de Porto Velho perseguem e intimidam condutor de veículo – FOTOS

FOTO: (Divulgação)

No último dia (09) de Dezembro, o acadêmico de Direito, Oton Silva Vedovato, estacionou o seu veículo na rua 19 de Junho no bairro Conquista, em Porto Velho (RO) para fazer um lanche em uma Pastelaria. Preocupado com a faixa amarela no meio fio da via pública estacionou antes da zona não permitida por lei, porém um Agente de Trânsito sem identificação lhe abordou, enfatizando que o condutor estava cometendo uma infração.
O acadêmico contestou a forma de abordagem do Agente de Trânsito municipal e logo em seguida veio o bate-boca. Após a discussão, houve uma perseguição e quando chegaram na rua Anita Garibaldi com Costa e Silva os agentes fecharam o veículo e disseram: “Encosta playboy!”.
Segundo Oton Silva, três Agentes de Trânsito, estavam sem identificação, sendo que dois tiraram os respectivos nomes da farda, um ficou com o capacete na cabeça para não ser identificado e outro estava com a camiseta de um time brasileiro e uma jaqueta por cima. Este último citado, de acordo com Oton Silva, foi mais atrevido e ao ser questionado pelo condutor do veículo sobre o seu abuso, ainda disse: “O que foi? Quer chamar a polícia? Chama aí pow!”, debochou o agente com a camiseta do time do Palmeiras.
Diante das circunstâncias, os agentes aplicaram duas multas e ainda tentaram levar o carro para a garagem do DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito), porém, outro agente municipal de trânsito convenceu os colegas para liberarem o acadêmico de direito, pois perceberam que o rapaz estava fotografando toda a ação dos homens da SEMTRAN (Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito).
Oton Silva irá recorrer na justiça de Rondônia, pois para ele foi um abuso a atitude dos funcionários da SEMTRAN, pois os agentes devem se identificar em qualquer tipo de ação. "Vou buscar justiça. Tenho testemunhas de toda ação dos agentes", finalizou o acadêmico de Direito.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS