close

CASO ROSANA - João do Vale presta esclarecimentos sobre morte de empregada

Na manhã desta sexta-feira (22) o ex-delegado e empresário João do Vale estava sendo ouvido em uma oitiva na Delegacia de Homicídios, em Porto Velho, para prestar esclarecimentos sobre a morte da empregada Rosana Oliveira Lima Ramos.

DA REDAÇÃO

22 de Julho de 2011 às 11:43

CASO ROSANA - João do Vale presta esclarecimentos sobre morte de empregada

FOTO: (Divulgação)

Na manhã desta sexta-feira (22) o ex-delegado e empresário João do Vale estava sendo ouvido em uma oitiva na Delegacia de Homicídios, em Porto Velho, para prestar esclarecimentos sobre a morte da empregada Rosana Oliveira Lima Ramos, ocorrida na quarta-feira (20), quando ela caiu do 2º andar do edifício Residencial Florença, da varanda do apartamento  número 201, de propriedade do ex-delegado.

João do Vale foi de livre e espontânea vontade até a delegacia para tentar prestar esclarecimento do que viu, como consta do Boletim de Ocorrência 11E1017000038, que relata que ele flagrou a vítima dentro do seu apartamento assustada e ao perguntar o motivo da violação, Rosana saiu correndo e se jogou de uma janela que fica no 2º andar. 

O delegado titular, Herivelton Leal, colheu o depoimento para anexar as investigações. Na delegacia a reportagem apurou que foi descartado o suicídio, levando a crer que o que ocorreu foi um acidente, mas nada confirmado, apenas suspeita.

Consta que a perícia técnica apurou que é possível transpor a varanda de um apartamento para outro. No caso, suspeita-se que a empregada tenha passado do apartamento de Ayres do Amaral - seu local de trabalho - para o de João do Vale.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS