close

Jovens entre 16 e 17 anos já podem doar sangue em Rondônia

Jovens entre 16 e 17 anos já podem doar sangue em Rondônia

DA REDAÇÃO

12 de Julho de 2011 às 08:41

Jovens entre 16 e 17 anos já podem doar sangue em Rondônia

FOTO: (Divulgação)

 
“Os jovens entre 16 e 17 anos agora podem doar sangue!”. A declaração é do presidente da Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Estado de Rondônia (Fhemeron), Ted Wilson, se referindo à ampliação da faixa etária para a doação, que antes era a partir de 18 anos.
 
A mudança faz parte da portaria nº 1.353/11, aprovada pelo Ministério da Saúde, e que estabelece um novo Regulamento Técnico de Procedimentos Hemoterápicos, com novos critérios para a doação de sangue no Brasil.
 
O presidente da Fhemeron ainda informa que “a partir desta nova legislação, idosos até 68 anos também poderão doar”. Pois, antes a idade máxima permitida era 65 anos.
 
“Nossa expectativa é que, com a ampliação da faixa etária para doação, aumente significativamente o volume de sangue coletado em Rondônia. Para tanto, convidamos novos colaboradores, da idade de 16 a 68 anos, que venham se unir a nós nessa jornada para salvar vidas”, acrescentou Ted Wilson.
 
BASE
 
A ampliação da faixa etária para doação de sangue é baseada em evidências científicas, comprovadas por estudos internacionais. Nos Estados Unidos, por exemplo, a Associação Americana de Sangue (ABB) já havia aprovado que jovens com idade entre 16 e 17 anos e também idosos com mais de 65 anos pudessem doar. As novas diretrizes relacionadas à idade dos doadores também já vigoram em países europeus.
 
APROVAÇÃO
 
Em Rondônia, “as mudanças estabelecidas no novo regulamento foram bem recebidas pelos servidores que executam atividades hemoterápicas”, disse a bioquímica Fabiana Cayres, do Setor de Processamento de Sangue da Fhemeron. Ela foi uma das organizadoras do V Seminário da Hemorrede do Estado de Rondônia, ocorrido na última quinta e sexta-feira (dias 07 e 08), em Porto Velho, quando foram apresentados pontos do novo regulamento aos servidores da Hemorrede estadual.
 
DETALHE
 

A assistente social Maria Luiza Pereira explica que o menor de 18 anos deve ir doar sangue acompanhado dos pais ou responsáveis legais. “Se os responsáveis não puderem comparecer ao local da coleta, o doador deve ir munido de uma autorização reconhecida em cartório”.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS