close

Trabalhadores portuários salvam homem que se afogava no Rio Madeira

Trabalhadores portuários salvam homem que se afogava no Rio Madeira

DA REDAÇÃO

9 de Junho de 2011 às 09:31

Trabalhadores portuários salvam homem que se afogava no Rio Madeira

FOTO: (Divulgação)

Os riscos e experiências vividas por quem trabalha no transporte fluvial não se resumem em histórias individuais, mas incluem situações de heroísmo e coragem no salvamento de vítimas das traiçoeiras águas dos rios da região amazônica.

Nesta terça-feira, enquanto trabalhadores portuários trabalhavam no desembarque e embarque de cargas no cais do Porto Organizado de Porto Velho, um homem foi avistado sendo arrastado pela corredeira do rio Madeira, sem forças para nadar para a margem. “Nós ficamos gritando enquanto ele passava lá no meio, foi desesperador”, conta André Munir, fiscal de Operação da Sociedade de Portos e Hidrovias do Estado de Rondônia (SOPH).

Munir diz que a ação foi muito rápida na intenção de salvar a vida do homem. “Alguém já acionou logo o Corpo de Bombeiros e o SAMU, e eles foram muito rápidos, e eu peguei o carro e fui tentar fazer com que um barco fosse liberado mais lá em baixo, na ro-ro”, lembra. Nesse intervalo, o comandante do rebocador ADL I, José Ribamar, soltou o rebocador da balsa e resgatou o homem, que já a salvo disse ter caído de um barco quando pescava nas proximidades da usina de Santo Antônio.

“Já vi muito essas coisas acontecerem nesses meus 15 anos de profissão, mas nunca vi alguém resistir tanto tempo assim na água”. E André Munir completa: “Esse homem nasceu de novo. Temos ainda que enfatizar a chegada rápida do Corpo de Bombeiros que veio preparado para resgate, e conseguimos salvar uma vida a tempo”, ressaltou o fiscal de Operação.

A vítima foi levada à Policlínica Ana Adelaide e segundo os bombeiros ele passava bem e não apresentava risco de vida.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS