close

Homem suspeito de matar líder camponês Dinho Ramos nega autoria do crime e diz ter alíbi - VÍDEO

Ozias (foto) disse ainda que conhecia Dinho e que, como ele, integrava um movimento social naquela região de Ponta do Abunã. Segundo a polícia, a ficha de Ozias está sendo levantada

DA REDAÇÃO

30 de Maio de 2011 às 18:39

Homem suspeito de matar líder camponês Dinho Ramos nega autoria do crime e diz ter alíbi - VÍDEO

FOTO: (Divulgação)

O principal suspeito de matar o líder camponês do MCC, Adelino Ramos, o Dinho, negou que o tenha assassinado e que tem provas. Ozias Vicente, de 30 anos, e não Ozéas (como foi divulgado anteriormente pela polícia) negou que tenha dado os tiros que matou Dinho, disse ao delegado que no mesmo momento em que ocorria o crime ele estava "tirando alguns quadros" na residência onde mora, e tem provas - no caso testemunhas.

Ozias se entregou na manhã desta segunda-feira (30) acompanhado de um advogado ainda em Vista Alegre do Abunã. Depois de apresentado, foi transferido para a capital, onde prestou depoimento na Delegacia de Homicídios (DECCV - Delegacia Especializada de Crimes Contra a Vida), ao delegado titular, Dr. Elivelton Leal, e o chefe da divisão de homicídios, Dr. Alessandro Morei.

Ainda sobre a morte de Dinho, Ozias disse que o conhecia e que, como ele, integrava um movimento social naquela região de Ponta do Abunã. Segundo a polícia, a ficha de Ozias está sendo levantada, mas informaram que ele já responde anteriormente por tentativas de homicídio e deve ser encaminhado ao sistema carcerário da capital.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS