close
logorovivo2

Sistema FIERO articula geminação das cidades irmãs Jinan e Porto Velho

Sistema FIERO articula geminação das cidades irmãs Jinan e Porto Velho

DA REDAÇÃO

12 de Abril de 2011 às 08:33

Sistema FIERO articula geminação das cidades irmãs Jinan e Porto Velho

FOTO: (Divulgação)

Na manhã desta segunda-feira, 11 de abril, chegou a Porto Velho uma comitiva de chineses oriundos de Jinan, liderados pela vice-prefeita desta cidade, Gong Xiangun, sendo recepcionados na sala VIP do Aeroporto Internacional Jorge Teixeira pelo presidente Denis Baú, diretores do Sistema FIERO, empresários locais e ainda o presidente da Câmara Municipal de Porto Velho, vereador Eduardo Rodrigues.

De acordo com Denis Baú para o processo de geminação das duas cidades – Porto Velho e Jinan – foi articulado pela diretoria da FIERO, que sugeriu a escolha da cidade chinesa para tornar-se cidade irmão de Porto Velho. “Foram seis meses de análise para conclusão do processo, que foi intermediado pela consultora do Banco Mundial, Mônica Alves Amorim e vice-presidente do Sinduscon/RO, Maurílio Vasconcelos”.

Baú explica que a comitiva vai conhecer a capital de Rondônia e avançar nas tratativas para estabelecer relações de cooperação com Porto Velho, como Cidade Irmã, da capital da Província de Shandong, da República Popular da China. “A ação objetiva intercâmbios econômicos, culturais e sociais, abrindo portas para o aprimoramento técnico e profissional de estudantes das duas cidades, empresários em busca de oportunidades de negócios, movimentos e atividades históricos e culturais”, disse.

Como parte da programação o presidente Denis Baú prestigiou solenidade realizada na Câmara de Vereadores, presidida pelo vereador Eduardo Rodrigues, quando serão homenageados os visitantes de Jinan, com a Comenda Cidade Irmã de Porto Velho, criada em 1992 por meio da Lei n. 1.043, com a finalidade “de estreitar os laços de amizade entre as populações de duas cidades, estimulando o intercâmbio social, cultural e econômico entre os seus respectivos Países ou Estado”.

O presidente destacou que para a classe empresarial rondoniense, receber Jinan – como a primeira cidade-irmã de Porto Velho – faz parte de uma política internacional mais ampla de fortalecimento das relações entre o Brasil e a China, países que compartilham os valores, esperanças e também as diferenças, que verdadeiramente, estimulam o intercâmbio comercial e sociocultural entre as cidades. “Neste ato, Porto Velho e Jinan estreitam seus laços de cooperação, em momento que marca a ascensão econômica do nosso Estado e da sua capital Porto Velho. Isso representa um fato marcante para história da nossa sociedade. Nos referimos as duas regiões com vocação para o grande crescimento nas próximas décadas”, disse.

Baú acrescenta que pelas similaridades econômicas entre as duas cidades, Jinan representa para Porto Velho, a oportunidade para troca de conhecimentos, explorando a transferência de tecnologia para o desenvolvimento de produtos altamente competitivos. “Seguindo este raciocínio, é importante lembrar que a China é o maior parceiro comercial do Brasil atualmente, investindo em 2010 quase U$$ 30 bilhões no nosso país. O PIB chinês atingiu U$$ 5 Trilhões em 2010 e o país ultrapassou o Japão, ocupando o posto de segunda maior economia mundial”.

Denis Baú ressalta que nesta terça-feira, 12, o Sistema FIERO também vai homenagear o grupo de chineses com um café da manhã no salão de convenções da Casa da Indústria, a partir das 8h30. O evento vai contar com a presença de empresários, políticos e diretores do Sistema FIERO, assim como representantes de instituições com o SEBRAE, FECOMÉRCIO, entre outros convidados.

O presidente frisou que como representante da classe empresarial e industrial de Rondônia, vai estar à frente de uma comitiva de empresários locais durante uma missão empresarial a Shanghai e Guangzhou na China, e certamente deverá estender a viagem até Jinan, ilustre cidade irmã de Porto Velho.

Jinan, capital da Província de Shandong, de tem 6,6 milhões de habitantes e é importante centro comercial e industrial da China com mais de 4 mil anos de história. É conhecida como a “Cidade das Fontes” em função de 72 famosas nascentes que embelezam a área urbana além “dos lótus e salgueiros que cercam a cidade entre colinas e lagos”. Conta com 18 universidades, 39 escolas de ensino superior e 200 instituições de pesquisa além de 10 laboratórios nacionais.

Como cidade em constante abertura com o mundo, Jinan tem relação de cooperação de cidade irmã, por exemplo, com Sacramento (Estados Unidos); Regina (Canadá); Nizhny Novgorod (Rússia); Rennes (França); Joondalup (Austrália) e Augsburg (Alemanha) entre outras.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS