close

Mototaxistas bloqueiam Estrada do Belmont em protesto contra "piratas" e falta de infra-estrutura no bairro Nacional - Fotos e vídeo

Os mototaxistas iniciaram a paralisação da Estrada do Belmont com o intento de chamar a atenção das autoridades do Município e Estado em relação a proliferação de mototáxis piratas, que estão tomando os serviços dos que estão legalizados.

DA REDAÇÃO

12 de Abril de 2011 às 10:18

Mototaxistas bloqueiam Estrada do Belmont em protesto contra "piratas" e falta de infra-estrutura no bairro Nacional - Fotos e vídeo

FOTO: (Divulgação)

Na manhã desta terça-feira (12) um grupo de mototaxistas, motivados pelo SINDIMOTOS, sindicato da categoria, bloqueou a Estrada do Belmont, bairro Nacional, zona Norte de Porto Velho, em protesto contra os mototaxis piratas que circulam livremente pela capital e a total falta de infra-estrutura naquele setor.

Os mototaxistas iniciaram a paralisação da via, que serve como principal acesso para os caminhões tanques que transportam combustíveis e cuidam da distribuição nos postos, com o intento de chamar a atenção das autoridades do Município e Estado em relação a proliferação de mototáxis piratas, que estão tomando os serviços dos que estão legalizados e pagam tributos ao município para se manter em circulação.

De acordo com Lúcio Miranda, presidente do SINDIMOTOS, já foram feitas denúncias junto a SEMTRAN (Secretaria Municipal de Trânsito) e no Ministério Público de Rondônia para que providências fossem tomadas a respeito dos "piratas", mas, segundo ele, nada foi feito até o momento.

"Esse protesto é pacífico e estamos chamando atenção das autoridades para que tomem providências, pois a situação tá crítica e tem muito pai de família que paga seus impostos e trabalha dia-dia para tirar o seu sustento, os mototaxista que trabalham na ilegalidade acabam atrapalhando e tirando nossos serviços, é um absurdo. Sem contar que o bairro precisa de melhorias urgentes, pois falta infra-estrutura para quem mora aqui", protestou Lúcio.

Os mototaxistas disseram que não tem hora para acabar o bloqueio da Estrada do Belmont e que a liberação só ocorrerá depois que o prefeito Roberto Sobrinho ou o Secretário de Segurança do Estado, Marcelo Bessa, comparecerem ao local para apresentar um posicionamento efetivo sobre a situação.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS