close

Secretaria municipal recebe “Certificação Ouro” na qualidade da Assistência Ambulatorial em Aids

Secretaria municipal recebe “Certificação Ouro” na qualidade da Assistência Ambulatorial em Aids

DA REDAÇÃO

12 de Janeiro de 2011 às 11:30

Secretaria municipal recebe “Certificação Ouro” na qualidade da Assistência Ambulatorial em Aids

FOTO: (Divulgação)

A secretaria municipal de Saúde (Semusa) de Porto Velho recebeu a “Certificação Ouro” na avaliação e monitoramento de qualidade da assistência ambulatorial em Aids no SUS, feita pelo Ministério da Saúde (MS), denominado como Qualiaids. O título leva em conta a organização do processo de assistência, o gerenciamento técnico do trabalho e a disponibilidade de recursos para o atendimento. Na capital o serviço é prestado pelo Serviço de Assistência Especializada em HIV/Aids (SAE), da Policlínica Rafael Vaz e Silva, localizado à Rua Jacy-Paraná, no bairro Nossa Senhora das Graças.

 

O Qualiaids foi criado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) com o objetivo de avaliar e melhorar os serviços prestados aos pacientes vivendo com HIV/Aids no Brasil. Segundo o secretário da Semusa Williames Pimentel, a participação dos serviços de assistência ambulatorial na avaliação é fundamental para o sucesso do enfrentamento da epidemia no país. "Assim podemos analisar e buscar resolutividade para os pontos fracos dos serviços e potencializar os pontos fortes de assistência às pessoas, vivendo com HIV/Aids e ao diagnosticarmos a situação de cada serviço, podemos propor melhorias para atender ainda melhor todos os pacientes", disse Pimentel

 

.A avaliação tem como objetivo auxiliar gerentes e equipes locais responsáveis pela assistência ambulatorial do usuário na avaliação e monitoramento da qualidade da assistência. O sistema de avaliação é feito através de um questionário eletrônico composto por questões respectivas ao atendimento com quantificações, sendo que cada trabalho realizado é pontuado e obtém-se  a média geral que confere ao serviço um grau de qualidade expresso pela distância proporcional da média em relação ao “padrão ouro”.

 

O serviço realizado pela Semusa, que compreendeu o acolhimento, a organização e rotinas da assistência médica, aconselhamento, atividades de adesão ao tratamento, coordenação do trabalho, registros, atualização profissional, comunicação e interação, recursos humanos, medicamentos, exames, acesso, infraestrutura, entre outros, foram todos avaliados.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS