close

Porto Velho intensifica ações de combate ao trabalho infantil

Porto Velho intensifica ações de combate ao trabalho infantil

DA REDAÇÃO

24 de Setembro de 2010 às 16:33

Porto Velho intensifica ações de combate ao trabalho infantil

FOTO: (Divulgação)

Dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), através da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), apontam que Rondônia é um dos líderes no ranking do trabalho infantil. Em 2009, comparado a 2008, o crescimento do trabalho infantil foi de 30%. Diante destes dados, a prefeitura de Porto Velho, está tomando medidas intensas com ações de combate ao trabalho infantil.
 
Segundo Mônica Sampaio, diretora do departamento de proteção social da secretaria de assistência social do município (Semas), hoje 428 crianças e adolescentes são atendidos pelo Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), sendo este o total de menores tirado das ruas. “Muitos deles vendiam picolés, balas ou trabalhavam em outras atividades, tirando-lhes o direito de brincar e estudar, agora como estão sendo atendidos pelo programa, quando não estão na sala de aula, estão envolvidos em atividades culturais ou esportivas”, disse Mônica.
 
Estas crianças são identificadas pela Semas ou pelos Conselhos Tutelares, e a prefeitura garante a melhor forma de auxílio para que saiam da situação de vulnerabilidade. “Temos o programa Bolsa Família, que é o mais procurado pelas famílias da capital, onde os beneficiários precisam manter as crianças na escola com boa frequência escolar, participar em horário oposto ao estudo de atividades culturais ou esportivas e ter um acompanhamento da área de saúde. Isto tem proporcionado às crianças e adolescentes uma melhor qualidade de vida”, esclareceu Mônica.
 
Cras
 
A diretora ressalta ainda o que é feito pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras), um trabalho individualizado com as crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade e no Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), é realizado um trabalho coletivo e com a participação da família no processo sócioeducativo.
 
Nos distritos a prefeitura também, mantém atividades sócioeducativas e parcerias com programas como Escola Aberta e Mais educação do governo federal. “Com estas parcerias as crianças podem ter uma opção de lazer, cultura e entretenimento, saindo das ruas, e consequentemente do trabalho infantil”, destaca Mônica, que ressalta ainda, o esforço da prefeitura de Porto Velho em ofertar estes serviços. “Hoje temos espaços físicos e profissionais como psicólogos, assistentes sociais e educadores, que oferecem tratamento de qualidade e de grande valia para nossos jovens”, argumentou.
 
Para ampliar o atendimento às crianças e os adolescentes e conseqüentemente combater o trabalho infantil, a prefeitura vai reinaugurar no próximo dia 28 de setembro, às 9h, o Centro Integrado da Criança e do Adolescente (Cica), localizado na Avenida Rio Madeira, 1972. O centro foi criado em 1992, para oferecer gratuitamente opções de lazer e cultura para crianças e adolescentes. Hoje além destas opções, a prefeitura montou uma grande estrutura para desenvolver ações sócioeducativas e programas como o Bolsa Família e de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), e cursos profissionalizantes. Ainda, serão oferecidas várias modalidades de diversão e lazer como: danças, capoeira, coral, violão, musicalização com flauta, artes plásticas, percussão e educação física.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS