close

PECUÁRIA - Concurso leiteiro premiou produtora de Cacaulândia

No período de dois a cinco de setembro aconteceu em Cacaulandia, interior de Rondônia, a Feira Agropecuária do município. Durante o evento foi realizado pela Emater e Seagri o Concurso de Gado Leiteiro entre os produtores leiteiros da região que procurou

DA REDAÇÃO

11 de Setembro de 2010 às 08:50

PECUÁRIA - Concurso leiteiro premiou produtora de Cacaulândia

FOTO: (Divulgação)

Orientação e conscientização dos produtores sobre a importância da qualidade do leite na cadeia agroindustrial de lácteos foram os pontos fortes do evento.
No período de dois a cinco de setembro aconteceu em Cacaulandia, interior de Rondônia, a Feira Agropecuária do município. Durante o evento foi realizado pela Emater e Seagri o Concurso de Gado Leiteiro entre os produtores leiteiros da região que procurou divulgar o setor e suas técnicas de produtividade.
A grande vencedora do concurso foi a produtora rural Devanilda Romanini, moradora da zona rural de Cacaulândia, com a vaca Paraguaia de raça Cruzada e uma produção diária de 30 kilos de leite. A pecuarista conta que aumentou e melhorou seu rebanho leiteiro através de sua participação no Projeto de Leite e Derivados, desenvolvido pelo Sebrae e parceiros nas cidades de Mirante da Serra e Cacaulândia.
Segundo Devanilda, sua produção antes de participar do projeto em 2008 era de 30 litros diários. Atualmente a pecuarista produz cerca de 170 litros por dia com a perspectiva de chegar aos 250 até outubro. ?Através do projeto aprendi técnicas de inseminação artificial, implantei piquetes e irriguei boa parte da propriedade?, conta a produtora.
O Projeto Leite e Derivados nas Regiões de Ariquemes e Ji-Paraná pertence à carteira de agronegócios do Sebrae em Rondônia e atua desde o ano de 2008 nas localidades de Cacaulândia e Mirante da Serra. Cerca de 20 produtores são assistidos sobre técnicas de gestão da propriedade leiteira, sanidade do rebanho, genética e nutrição.
Segundo o gestor do projeto, Sebastião Oliveira, esse trabalho é desenvolvido através de um veterinário exclusivo que atende os produtores. Oliveira afirma que o sucesso do projeto ocorre devido a união de esforços das entidades parceiras do projeto como Emater Rondônia, Embrapa, Seagri, Sedes, Senar, Idaron, Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Sedam SFA, Sindleite, prefeituras de Cacaulândia e Mirante da Serra.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS