close
logorovivo2

ELEIÇÕES 2010 - Cahulla diz que geração de empregos é fundamental para manter Rondônia crescendo

Cahulla diz que geração de empregos é fundamental para manter Rondônia crescendo

DA REDAÇÃO

26 de Agosto de 2010 às 13:48

ELEIÇÕES 2010 - Cahulla diz que geração de empregos é fundamental para manter Rondônia crescendo

FOTO: (Divulgação)

Durante visitas e reuniões em empresas de Ji-Paraná, nesta quinta-feira (26), o candidato a governador João Cahulla destacou que a geração de empregos é fundamental para a manutenção do crescimento de Rondônia. “O termômetro para medirmos o crescimento é a criação de novos postos de trabalho. Porque se a empresa cresce e gera mais vagas é porque as condições administrativas e econômicas são sólidas e confiáveis. Como crescer e investir num cenário de incertezas? Por isso é fundamental que haja a continuidade dos investimentos e dos incentivos aos empreendimentos, para que mais empregos sejam gerados”, disse Cahulla, que estava acompanhado do candidato ao Senado, Ivo Cassol.
 
O candidato se reuniu com empresários e funcionários da empresa Rical, apresentando propostas e assegurando a continuidade dos incentivos ao empresariado rondoniense. “A forma de competirmos com os produtos de fora é oferecendo incentivos aos nossos empreendedores, para que eles cresçam e gerem empregos aqui, impulsionando e fazendo girar a roda da economia”, completou.
 
Cahulla visitou a empresa Mirandex, onde foi recebido pelo empresário Miranda e se reuniu com funcionários da empresa que produz vidros temperados e também laminados, com mercados regional, nacional e até no exterior para os seus produtos. “O ex-governador Cassol arrumou a casa e Cahulla está dando continuidade a esse grande trabalho. Por serem oriundos do setor privado, eles tratam os empresários como parceiros e sabem da importância que é o vigor dos empreendimentos apara gerar empregos”, observou Miranda.
 
Segundo Cahulla, para gerar empregos é necessário que o Estado crie as condições para a expansão da atividade empresarial. “O Estado é o vetor do crescimento, é o gestor que cria as condições para que empresas atuem com segurança dentro do mercado. Se não houver estradas de qualidade, não tem como transportar a produção, se não há incentivos, as empresas daqui não conseguem competir com os produtos de fora. Ou seja, o Governo tem que ser parceiro, tem que oferecer as condições para que os investimentos prosperem, gerem empregos e mais renda para todos”, afirmou.
 
No frigorífico Tangará, Cahulla e Cassol foram recebidos pelo diretor Eduardo Ferreira, que fez questão de destacar o trabalho do Governo. “Antes, a nossa unidade chegou a ficar sem abater animais porque os caminhões não conseguiam transpor atoleiros, pontes caídas e outras dificuldades, em razão das estradas. Com o Governo Cassol e Cahulla isso mudou e as estradas hoje oferecem boas condições de trafegabilidade”, salientou.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS