close

Ministra do Desenvolvimento Social visitará Porto Velho para apoiar catadores de rua

Ministra do Desenvolvimento Social visitará Porto Velho para apoiar catadores de rua

DA REDAÇÃO

19 de Agosto de 2010 às 12:55

Ministra do Desenvolvimento Social visitará Porto Velho para apoiar catadores de rua

FOTO: (Divulgação)

A ministra do Desenvolvimento Social e Combate a Fome, Márcia Lopes, visitará Porto Velho ainda neste ano, para participar de evento destinado a catadores de material reciclável da capital de Rondônia.
 
Ela anunciou a visita nesta semana durante o 9º Festival Lixo e Cidadania - Reciclando Atitudes - em Belo Horizonte, a pedagoga Izabel Cristina da Silva que atua na área de Educação Ambiental da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) e integra a comissão organizadora de um encontro previsto para debater em Porto Velho temas ligados a coleta seletiva.
 
“Nossa proposta é fortalecer esse debate em Rondônia”, enfatizou Izabel, que está participando do Festival na condição de voluntária da Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Rua de Porto Velho (Asprovel) e da Associação de Mulheres da Vila Princesa, entidades para as quais ela desenvolve ações que visam preservar o meio ambiente, conforme os princípios da política pública de inclusão social desenvolvida pela Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas)
 
Márcia Lopes recebeu o convite com entusiasmo e garantiu a sua participação. “O meu interesse em participar deste evento em Porto Velho é total. Nós somos solidários, e incentivamos porque é só com mobilização, organização, crítica e consciência da realidade de cada segmento que as políticas públicas vão acontecendo”, declarou a ministra que recebeu de Izabel Cristina bombons regionais numa embalagem sustentável confeccionadas com resíduos da floresta por mulheres da Vila Princesa.
 
Luiz Henrique Silva, coordenador do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis que participa da organização do evento de Belo Horizonte, demonstrou interesse em apoiar a iniciativa rondoniense.
 
“Todo trabalho que a gente faz é no sentido de abrir espaço para que haja essa participação. Colocamos á disposição essa nossa metodologia de trabalho que pressupõe a integração do estado, da sociedade civil e dos catadores organizados. Estamos ä disposição e queremos sim fazer essa parceria com Rondônia”, declarou ele.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS