close

MPT investiga acidente com morte no canteiro de obras da Usina de Jirau

MPT investiga acidente com morte no canteiro de obras da Usina de Jirau

DA REDAÇÃO

23 de Julho de 2010 às 13:49

MPT investiga acidente com morte no canteiro de obras da Usina de Jirau

FOTO: (Divulgação)

Mais um acidente com morte acontece nos canteiros de obras das usinas hidroelétricas em construção no rio Madeira, em Porto Velho. Desta vez foi na Usina de Jirau, de responsabilidade da Construtora Camargo Correia, onde o ajudante de serviços diversos Francisco da Silva Melo teve parte do corpo preso às engrenagens da máquina alimentadora da correia de uma britadeira terciária. O acidente ocorreu às 15 horas da última quarta-feira (21), mas a informação somente chegou ao conhecimento do Ministério Público do Trabalho (MPT) em Rondônia ontem (22/07).
 
O procurador-chefe da Procuradoria Regional do MPT-RO, Francisco José Pinheiro Cruz, acompanhado de auditores fiscais da Superintendência Regional do Ministério do Trabalho e Emprego (SRTE)e de um analista pericial em segurança do trabalho da Procuradoria foi ao canteiro de obras, mas encontrou o local do acidente isolado e a máquina que tragou o operário e outras iguais paralisadas “para serem inspecionadas”, de acordo com dirigentes da construtora responsável pela obras da usina.
 
Francisco Cruz e os demais integrantes da equipe do MPT-RO e da SRTE obtiveram informações de que a Polícia foi acionada, periciando o local e o corpo do trabalhador removido para ser velado e sepultado. O Ministério Público do Trabalho em Rondônia vai investigar as condições em que o trabalhador foi vitimado fatalmente, em vista de que, para retirar o corpo do operário junto às engrenagens foi preciso desmontar parte do equipamento.
 
Além do procurador do Trabalho Francisco Cruz, chefe da Procuradoria Regional do MPT-RO, participaram das diligências no canteiro de obras da Usina de Jirau os auditores fiscais do Trabalho Juscelino Durgo dos Santos, Evandro Mesquita e o analista pericial em segurança do Trabalho da Procuradoria Regional do Trabalho na 14ª Região, Antenor de Oliveira.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS