close
logorovivo2

Bairro Roberto Sobrinho: Ocupação iniciou há 4 anos; ordem de despejo foi cumprida - Confira fotos

Em fevereiro deste ano os moradores de uma área denominada por eles mesmos como “bairro Roberto Sobrinho” foram notificados que seriam despejados por ordem judicial

DA REDAÇÃO

6 de Abril de 2010 às 12:09

Bairro Roberto Sobrinho: Ocupação iniciou há 4 anos; ordem de despejo foi cumprida - Confira fotos

FOTO: (Divulgação)

Em fevereiro deste ano os moradores de uma área denominada por eles mesmos como “bairro Roberto Sobrinho” foram notificados que seriam despejados por ordem judicial. Eles então apelaram aos vereadores para que os mesmos intercedessem junto à prefeitura no sentido de tentar barrar a ordem de despejo.

Ocupado há mais de 4 anos, o imóvel de 60 hectares pertence a Cerâmica Porto Velho e ao espólio de Fouad Dawuich Zacharias . Os moradores alegam que o terreno estaria “abandonado” e estava servindo de “esconderijo de marginais”, e por isso eles invadiram a área. Os proprietários entraram na justiça requerendo a reintegração e os moradores foram notificados. O prazo encerrava no dia 05 de março. A primeira ordem foi suspensa e os proprietários recorreram e conseguiram a reintegração, que acontece nesta terça-feira.

Ontem (05), os vereadores de Porto Velho aprovaram o projeto de lei 2.647/2010 que foi acolhido por 14 vereadores que o subscreveram e o discutiram em duas sessões quando recebeu a aprovação de 15 vereadores. Só o vereador Jean Oliveira estava ausente.
 
A nova lei, que ainda não foi sancionada pelo prefeito Roberto Sobrinho, espera possibilitar a suspensão de liminar concedida pela justiça estadual despejando os ocupantes da área.
 
Uma emenda apresentada em conjunto pelos vereadores, reduziu essa pretensão para somente, a área ocupada pelas famílias. O poder executivo ficou autorizado a promover um cadastramento das famílias existentes e a topografia dos terrenos ocupados para efeito indenizatório.
 
Confronto

Ontem a noite os moradores deram início a manifestações, bloqueando a estrada da Penal. Vereadores estiveram no local dando apoio ao movimento e hoje pela manhã o clima ficou tenso com a chegada da Polícia Militar.

Após diversas discussões, os políticos que estavam presentes, tentavam dissuadir os policiais a não cumprir a ordem judicial e o saldo foi negativo para eles. O presidente eleito da Câmara Municipal, vereador Eduardo Rodrigues (PV), foi preso, algemado  e levado para a Central de Polícia enquanto tentava intermediar uma negociação. O atual presidente da Câmara, Hérmínio Coelho (PT), também foi agredido e jogado ao chão. O deputado estadual Euclides Maciel (PSDB) teve a perna esquerda atingida por uma bala de borracha e foi encaminhado ao hospital.

A Polícia Militar cumpriu a ordem judicial e os vereadores, com um grupo de moradores da área, seguiram para a Central de Polícia para tentar liberar o vereador Eduardo Rodrigues.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS