close

ESQUECIMENTO – Moradores e comerciante denunciam abandono de “conjunto residencial modelo” da capital em rua com bueiros entupidos há três anos - Fotos

O mercado de Antonio fica ilhado com qualquer chuva que cai no local, isso porque todos os bueiros da rua estão entupidos. O mais chocante foi a informação passada por Antonio de que esses bueiros já estão entupidos há três anos.

DA REDAÇÃO

22 de Janeiro de 2010 às 12:16

ESQUECIMENTO – Moradores e comerciante denunciam abandono de “conjunto residencial modelo” da capital em rua com bueiros entupidos há três anos - Fotos

FOTO: (Divulgação)

No conjunto habitacional Rio Jamary, hoje conhecido como bairro Três Marias, localizado na zona Leste de Porto Velho, construído no inicio da década de 90 através de financiamentos da Caixa Econômica com a intenção de ser um conjunto modelo na capital se transformou nos dias atuais em exemplo de abandono da gestão publica municipal.
 
A reportagem do RONDONIAOVIVO foi até o local motivado por um e-mail enviado por uma leitora que relatou a condição de esquecimento do local. Em um trecho de seu relato a leitora dizia: “Socorro! Por favor, me escutem sou moradora do bairro Três Marias, rua Daniela. O descaso naquele bairro e muito grande. Desde abril do ano passado estou indo todo mês na vigilância sanitária e até agora nada, estou com um monte de protocolos”.
 
LAGOA NA RUA
 
No local, na manhã desta sexta-feira (22), Antonio do Nascimento Silva, um típico comerciante de bairro, daqueles que ainda possuem o caderninho de compras fiadas e conhecem os clientes que vão ao seu estabelecimento pelo nome, está revoltado com a situação do local, principalmente no que diz respeito ao seu comércio.
 
O mercado de Antonio fica ilhado com qualquer chuva que cai no local, isso porque todos os bueiros da rua estão entupidos. O mais chocante foi a informação passada por Antonio de que esses bueiros já estão entupidos há três anos, sem que qualquer tipo de providência tenha sido tomada pela administração municipal.
 
“Pago todo o ano impostos como IPTU, taxa de lixo e várias outras tarifas, porém não preciso nem falar que pelo menos aqui no meu bairro não vejo investimento nenhum desse dinheiro que sai do meu bolso. O meu comércio está completamente isolado, qualquer cliente que vem aqui tem que realizar uma verdadeira maratona e se eu não conseguir dinheiro para pagar os impostos por causa dessa situação a prefeitura ainda entra com uma cobrança judicial”, disse desconsolado Antonio do Nascimento.
 
VEREADOR VIZINHO
 
Um fato curioso é que na rua de Antonio do Nascimento mora o vereador municipal e “jornalista comunitário” Marcelo Reis (PV/RO) que inclusive é líder do prefeito de Porto Velho na Câmara Municipal. Isso no mínimo significa que o líder do prefeito entre os vereadores acorda todo dia de cara com o próprio descaso daquilo que ele diz combater no plenário, uma situação no mínimo estranha.
 

“Eu acredito que estou reivindicando algo simplesmente justo, pois se os gestores municipais não me dão condições dignas de trabalho como posso pagar os impostos?”, concluiu Antonio, que terminou desabafando dizendo esperar uma resposta dos representantes públicos municipais para resolver um problema tão simples de solucionar, porém que já perdura por três anos.

FOTOS:

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS