close
logorovivo2

Ministério Público pede agilidade na implantação de projetos para melhoria do trânsito em Porto Velho

Ministério Público pede agilidade na implantação de projetos para melhoria do trânsito em Porto Velho

DA REDAÇÃO

27 de Novembro de 2009 às 10:47

Ministério Público pede agilidade na implantação de projetos para melhoria do trânsito em Porto Velho

FOTO: (Divulgação)

A Promotora de Justiça do Meio Ambiente, Andréa Luciana Damacena Ferreira Engel, coordenou na tarde de quinta-feira (26/11) uma reunião com a secretária municipal de Trânsito, Fernanda Moreira e o assessor da Diretoria Institucional do Consórcio Energia Sustentável, Gilberto Beltrame. O objetivo da reunião foi discutir o andamento dos projetos para melhoria do trânsito em Porto Velho, os quais serão executados com recursos do Consórcio Energia Sustentável, como parte das compensações pela construção da Usina Hidrelétrica de Jirau.
 
Durante a reunião, a Promotora de Justiça cobrou agilidade da prefeitura e por parte do consórcio para execução dos projetos que são urgentes para melhoria do trânsito na cidade, ressaltando que é preciso dar prioridade a eles. Por meio do consórcio, o município vai receber R$ 2,1 milhões para investir em sinalização e R$ 1,5 milhão para recuperação semafórica.
 
A reunião foi acompanhada pelo Promotor de Justiça Geraldo Henrique Ramos Guimarães, que na tarde desta quinta-feira ajuizou uma ação civil pública com obrigações de fazer contra o município de Porto Velho e o Detran, cobrando medidas imediatas para garantir a segurança do trânsito na capital.
 
Também estiveram presentes à reunião os Promotores de Justiça da Saúde, Emilia Oiye e Hildon de Lima Chaves; da Probidade Administrativa, João Francisco Afonso, e os Promotores de Justiça Substitutos André Luiz Rocha de Almeida e Marcelo Mansour. O Promotor de Justiça João Francisco Afonso aproveitou a reunião para cobrar da Prefeitura que seja recuperada a sinalização ao longo da Avenida Jorge Teixeira, na proximidade do Aeroporto Jorge Teixeira, para evitar o conglomerado de carros e ambulantes no local, como ocorria anteriormente.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS