close
logorovivo2

“Pit Stop” realizado pela Sesau nesta sexta (27) lembra Dia Nacional de Combate ao Câncer

“Pit Stop” realizado pela Sesau nesta sexta (27) lembra Dia Nacional de Combate ao Câncer

DA REDAÇÃO

26 de Novembro de 2009 às 11:54

“Pit Stop” realizado pela Sesau nesta sexta (27) lembra Dia Nacional de Combate ao Câncer

FOTO: (Divulgação)

Um “Pit Stop” a ser realizado nesta sexta-feira (27), das 8:00 às 12:00 horas, pela Gerência de Programas Estratégicos de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (GPES/Sesau), marcará em Porto Velho o Dia Nacional de Combate ao Câncer. O evento acontecerá na avenida Sete de Setembro, em frente ao Fórum Criminal, com a distribuição de folders explicativos sob a coordenação da equipe técnica da Sesau.

 

O secretário estadual de Saúde, Milton Moreira, tem incentivado a equipe técnica da Sesau a passar à população informações detalhadas sobre os vários tipos de câncer, causas e formas de prevenção e tratamento, em consonância com a política nacional de prevenção e em atendimento às diretrizes do governador Ivo Cassol, que tem investido cada vez mais em ações de prevenção, na melhoria do atendimento ao cidadão, com a reforma de unidades de atendimento, aquisição de equipamentos, capacitação de pessoal, entre outros procedimentos.

“O 27 de novembro na verdade não é uma data a ser comemorada. Mas de reflexão e mobilização, com vistas à prevenção e busca do tratamento adequado, considerando que dados do Ministério da Saúde apontam que até o final deste ano serão registrados no País cerca de 305 mil novos casos de câncer, que é a segunda maior causa de mortes no Brasil, perdendo apenas para os problemas cardiovasculares”, disse o secretário, lembrando que do total de doentes, as estimativas revelam que pelo menos 117 mil deverão ir a óbito.

 

Em Rondônia, segundo Milton Moreira, mesmo com os investimentos feitos pela administração estadual para o diagnóstico e tratamento da doença, a situação não é diferente, principalmente levando-se em conta as peculiaridades da região, como altas temperaturas e distância dos grandes centros.

Conforme a gerente de Programas Estratégicos de Saúde, Annelise Medeiros, no Estado a maior incidência de casos na mulher é na mama (130 – 60, só em Porto Velho) e no colo do útero (120 – 80, em Porto Velho), enquanto que no homem a maioria é de próstata (250 – 80, em Porto Velho) e no pulmão (90 – 60, em Porto Velho). Os tipos que mais matam são os de pulmão, estômago, próstata e mama.

 

Em nível nacional, segundo o Ministério da Saúde, o câncer de mama ocupa o primeiro lugar no ranking, com 31.590 casos; seguido do câncer de estômago, com 22.330; o de pulmão (20.835); o de próstata (20.820); e o de colo de útero (16.270). No entanto, o que mais tem levado a óbito é o câncer de pulmão que, somente neste ano, ceifará 15.145 vidas, enquanto as vítimas fatais de tumores de estômago serão 10.765, de mama 8.670, próstata 7.320 mortos e de intestino 7.230. Sobre o câncer de pele, Annelise disse que também é grande a ocorrência, mas como está exposto acaba sendo detectado precocemente, facilitando dessa forma o tratamento.

O secretário Milton Moreira reforçou a necessidade de as pessoas adotarem meios de prevenção e detecção do câncer precocemente com uma alimentação saudável, ausência de vícios, como cigarro e bebida alcoólica e realização de exames periodicamente, uma vez que qualquer pessoa está sob o risco de desenvolver a doença.
 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS