close
logorovivo2

Somente casos de média e alta complexidade serão atendidos no João Paulo II

Somente casos de média e alta complexidade serão atendidos no João Paulo II

DA REDAÇÃO

16 de Novembro de 2009 às 11:02

Somente casos de média e alta complexidade serão atendidos no João Paulo II

FOTO: (Divulgação)

O Hospital e Pronto Socorro João Paulo II, atendendo a um acordo formalizado entre a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau-RO), Secretaria Municipal de Saúde de Porto Velho (Semusa-RO), e os Ministérios Públicos Estadual e Federal, a partir da próxima segunda-feira, 16, estará atendendo somente os casos referenciados para aquela unidade, ou seja, os casos de média e alta complexidades.
 
De acordo com o médico Rodrigo Bastos, diretor-geral do HPSJPII, o acordo foi formalizado no mês passado entre os dirigentes das áreas estadual e municipal e houve um período para que o município de Porto Velho se adequasse à nova dinâmica. Neste sentido, o JPII estará atendendo aos casos graves e os casos que sejam encaminhados por médicos das policlínicas da Capital e unidades hospitalares do Interior.
 
Segundo o médico, a medida visa organizar o fluxo de pacientes para conter a superlotação que impede a unidade de saúde a se ater ao seu objetivo, de atender com qualidade os casos graves de urgência e emergência como acidentados, baleados, enfartados, derrames, pacientes com crises de pressão, convulsões, crises severas de diabetes, entre outros, que demandam atendimento naquela unidade, referenciados como de média e alta complexidades.
 
Para o secretário da Sesau, Milton Moreira, o João Paulo II vem passando por uma série de reformulações para a melhoria do funcionamento e prestação de serviços à sociedade. Ele citou, por exemplo, a central de regulação de consultas, a implantação do serviço de tomografia computadorizada, de telemedicina e de endoscopia, além da reforma física para oferecer melhores serviços aos usuários.
 
Atendimentos nas Policlínicas da Capital
 
Para os atendimentos ambulatoriais ou procedimentos de baixa gravidade – ferimentos leves, cortes superficiais, dores em geral, entre outros – os usuários poderão procurar atendimento nos postos e policlínicas disponíveis nos bairros da Capital.
 
Acompanhamento
 
No acordo entre os dirigentes ficou ainda decidido que somente poderão ter acompanhantes os casos especificados em lei – pacientes que tenham mais de sessenta anos ou menores de dezoito anos, além de portadores de deficiência física, mental ou psiquiátrica.
 
Retorno de pacientes
 
Rodrigo Bastos explicou que também foi pactuado entre os gestores municipais na última reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), realizada na Capital na última quinta-feira, 12, que os pacientes encaminhados pelas unidades hospitalares do interior do Estado terão o retorno garantido pelas próprias unidades, o que não acontecia anteriormente. Muitas vezes, após a alta médica, o paciente ainda ficava ocupando leito na espera de uma ambulância para retorno ao seu local de origem. Essa medida vem atender, segundo Rodrigo, a resolução 007 do Colegiado gestor.
 
Novos profissionais e acolhimento humanizado
 
O hospital João Paulo II estará recebendo mais de cento e vinte profissionais entre médicos de diversas especialidades, enfermeiros, técnicos de enfermagem, farmacêuticos, nutricionistas, assistentes sociais e administrativos, que foram aprovados no último concurso da Sesau. Eles serão recepcionados pela Direção Geral da unidade e pelo Comitê de Humanização, onde participarão de palestras sobre assuntos administrativos e sobre a humanização dos serviços, com a participação dos demais servidores. Também serão orientados pela equipe da Comissão de Controle e Infecção Hospitalar (CCIH), sobre ocorrências e cuidados necessários, além da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), que vai abordar sobre os cuidados para prevenção de acidentes de trabalho e acidentes por materiais perfuro-cortantes. A equipe de humanização também estará explanando sobre a Política Nacional de Humanização.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS