close
logorovivo2

FILANTROPIA - Santa Casa faz 6 anos de serviços prestados à comunidade de Ji-Paraná - Foto

FILANTROPIA - Santa Casa faz 6 anos de serviços prestados à comunidade de Ji-Paraná - Foto

DA REDAÇÃO

13 de Novembro de 2009 às 17:09

FILANTROPIA -  Santa Casa faz 6 anos de serviços prestados à comunidade de Ji-Paraná - Foto

FOTO: (Divulgação)

Com o slogan “Seis Anos de uma Vida Dedicada a Você”, a direção da instituição promoveu um café da manhã hoje (13) alusivo à comemoração da abertura dos atendimentos da Santa Casa de Misericórdia em Ji-Paraná iniciado aos onze de novembro de 2004. O evento contou com a presença de pacientes, políticos, religiosos e imprensa local.
 
Após muitas dificuldades às obras arquitetônicas começaram em 2000 e iniciaram com apoio de diversos políticos da época. Segundo a Diretora Presidente e fundadora, Marta Kopper, o projeto inicial era um abrigo para pessoas carentes. “Um dia, andando pelos corredores já construídos me senti tocada por nossa padroeira Nossa Senhora Aparecida, pois um abrigo não iria atender de forma necessária a população carente, deveria ser ali um hospital, uma Santa Casa”, relembra. 
 
Para o Governador Ivo Cassol (PP), o trabalho social desenvolvido pela entidade tem de continuar. Quando se tem o atendimento regional é sinal que precisa ser bem exercido, onde a parceria dos dois deputados locais com as emendas (lê-se Jesualdo Pires [PSB] e Euclides Maciel [PSDB]) é fundamental. “Reduzir distância no atendimento médico com um só propósito, ou seja, fazer com que o serviço em saúde a população torne-se melhor, haja vista que esta Casa é de todos. Esta casa é nossa!”, afirma Cassol.  
 
Marta Kooper ressalta que a Santa Casa cresceu. Antes ela prestava apenas o atendimento com consultas, e aos poucos foram trazidas emendas políticas, que proporcionaram a chegada de laboratórios, contratação de novos médicos/parceiros, e o nosso projeto mais ambicioso esta quase se tornando uma realidade, que é o Centro de Reabilitação Fisioterápico.“Cada dia uma  conquistas, tudo foi uma grande vitória”, comemora Kopper.
 
Segundo a aposentada Maria do Carmo (paciente) é bom aguardar por uma consulta realizada na Santa Casa. “Aqui eu me sinto bem, em casa. Não tem desespero, aguardo na certeza que serei atendida bem e com conforto até no aguardo pela consulta”, declara.
 
Com o nome Associação de Promoção Humana Parque dos Pioneiros, A Santa Casa de Misericórdia da nossa cidade segue com opropósito de promover o bem-estar social com atendimento humanizado à saúde e hoje já ultrapassa a margem 30 mil consultas realizadas, com cerca de 800 atendimentos/mês, 10 especialidades e exames, que são os laboratoriais, eletrocardiograma e ultrassom. Ainda sendo possível a intermediação de cirurgias e tratamentos até mesmo para fora do Estado.
 
A Santa Casa de Misericórdia hoje é uma clínica particular das pessoas carentes e tem como projeto até 2013 ser um hospital de referência no Estado de Rondônia. Informações sobre agendamentos de consultas podem ser adquiridas pelo telefone 3424-7686.
 
Com o nome Associação de Promoção Humana Parque dos Pioneiros, A Santa Casa de Misericórdia da nossa cidade segue com opropósito de promover o bem-estar social com atendimento humanizado à saúde e hoje já ultrapassa a margem 30 mil consultas realizadas, com cerca de 800 atendimentos/mês, 10 especialidades e exames, que são os laboratoriais, eletrocardiograma e ultrassom. Ainda sendo possível a intermediação de cirurgias e tratamentos até mesmo para fora do Estado.
 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS