close
logorovivo2

Licitação da obra do aeroporto de Ji-Paraná está suspensa por decisão da Justiça

Licitação da obra do aeroporto de Ji-Paraná está suspensa por decisão da Justiça

DA REDAÇÃO

10 de Novembro de 2009 às 15:21

Licitação da obra do aeroporto de Ji-Paraná está suspensa por decisão da Justiça

FOTO: (Divulgação)

A licitação para a ampliação e reforma geral do Aeroporto José Coleto, em Ji-Paraná, região Central do Estado, está suspensa por determinação do juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública, conforme informação da Superintendência de Licitação (Supel).
 
O projeto da obra é de responsabilidade do Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes (DER). O diretor-geral do órgão, engenheiro Jacques Albagli, explicou que a licitação é motivo de imbróglio judicial entre as empresas participantes do certame. Disse que a primeira licitação foi cancelada por causa de uma alteração no edital que não teve a devida publicação. Então foi aberta nova licitação. “Uma das empresas que participara da primeira licitação (a qual fora cancelada) entrou com um mandado de segurança solicitando à Justiça que revalidasse a primeira licitação”, detalhou, acrescentando que, “a suspensão da licitação é por tempo indeterminado, aguardando decisão da Justiça.
 
O diretor do DER acrescentou ainda, que o Governo do Estado realizará todos os reparos necessários na pista de pouso e decolagem, garantindo a operacionalização do Aeroporto José Coleto, até que haja uma decisão da Justiça. “Políticos e empresários de Ji-Paraná estão preocupados com a possível paralisação do aeroporto (devido fissuras na pista) e têm procurado o governador Ivo Cassol, que sinalizou positivamente para que o DER faça os reparos necessários no local”, enfatizou. 
 
Cacoal
 
O aeroporto de Cacoal, também na região Central do Estado, está próximo de ser entregue à população, restando apenas à conclusão da construção da Seção de Combate a Incêndio (Secinc) para receber nova inspeção do Comando da Aeronáutica (Comar) e ser liberado para voos comerciais. As obras devem ser concluídas até o final do ano. No local foram investidos mais de R$ 16 milhões, com a contrapartida do Estado.
 
Guajará-Mirim
 A reforma geral do terminal de passageiro, a restauração do balizamento noturno e a sinalização horizontal devem ficar prontas até o dia 15 de dezembro. Nesta obra o Governo do Estado investiu R$ 700 mil, oriundos de recursos próprios. O aeroporto de Guajará-Mirim já está homologado.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS