close
logorovivo2

Orquestra Barroca do Amazonas - músicos utilizam cópias dos instrumentos utilizados nos século XVIII e XIX

Nesta sexta feira 23, o Programa Sesc Amazônia das Artes, apresenta no Teatro Um do Sesc Esplanada em Porto Velho, o espetáculo musical “Amazonas Baroque” com a Orquestra Barroca do Amazonas dirigida pelo Maestro Márcio Páscoa. A música que integra o prog

DA REDAÇÃO

21 de Outubro de 2009 às 17:58

Orquestra Barroca do Amazonas - músicos utilizam cópias dos instrumentos utilizados nos século XVIII e XIX

FOTO: (Divulgação)

Nesta sexta feira 23, o Programa Sesc Amazônia das Artes, apresenta no Teatro Um do Sesc Esplanada em Porto Velho, o espetáculo musical “Amazonas Baroque” com a Orquestra Barroca do Amazonas dirigida pelo Maestro Márcio Páscoa. A música que integra o programa que será apresentado amanhã pertence a fontes localizadas na Amazônia. As obras intituladas de “São José do Tocantins” vêm de um arquivo em Jaraguá e se referem a uma cidade às margens do grande Rio Tocantins, que deságua no Amazonas, já perto do mar. A ópera Guerra de Alecrim e Mangerona de autoria de Antônio José da Silva (1705-1739) e Antônio Teixeira (1707-1770) estreou no Teatro do Bairro Alto em Lisboa em 1737. Foi bastante popular no Brasil, ao lado de outras óperas desta dupla, vistas em Belém desde 1762.

O Amazonas Baroque é formado por músicos que residem na Amazônia, mas que possuem ampla formação em outras cidades brasileiras ou do exterior. Integrando diversas atividades em seus currículos, eles se encontraram na Universidade do Estado do Amazonas, formaram sua Orquestra de Câmara e sua Orquestra Barroca. Passaram então a se dedicar à música colonial brasileira, especialmente da Amazônia, e seu repertório enfoca ainda a música ibérica e italiana do final do século XVIII e início do XIX. O Amazonas Baroque toca em cópias de instrumentos da época, valendo-se de interpretação historicamente inspirada e já se apresentou em diversas capitais brasileiras.

Ficha técnica
Mirian Chaves, soprano – Thelvana Freitas, mezzo-soprano – Fabiano Cardoso, tenor – Roberto Paulo Silva, barítono – Gustavo Medina, violino – Bárbara Soares, violino – Isabela Pinto, viola – Roger Vargas, contrabaixo – Vanessa Monteiro, cravo e órgão – Márcio Páscoa, flauta e direção musical.
O espetáculo está marcado para iniciar às 20h30 no Teatro 1 do Sesc Esplanada amanhã sexta feira 23. Entrada: 2 Kg de alimento não perecível.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS