close
logorovivo2

Árvores nativas são “decepadas” na zona Leste e SEMA decide investigar possível crime ambiental – Confira fotos e vídeo

Na rua Guaporé árvores nativas, do tipo Pupunheira, foram plantadas no canteiro central da via pública pela Prefeitura e foram extirpadas do local sem qualquer justificativa, caracterizando descaso e possível roubo.

DA REDAÇÃO

17 de Outubro de 2009 às 11:45

Árvores nativas são “decepadas” na zona Leste e SEMA decide investigar possível crime ambiental – Confira fotos e vídeo

FOTO: (Divulgação)

Na tarde da última sexta-feira (16), alguns moradores dos bairros Lagoa e Três Marias, zona Leste de Porto Velho, informaram que um possível crime ambiental havia acontecido há meses na rua Guaporé, pois árvores nativas, do tipo Pupunheira, foram plantadas no canteiro central da via pública pela Prefeitura e foram extirpadas do local sem qualquer justificativa, caracterizando descaso e possível roubo.
 
“Como pode acontecer uma coisa dessa? Plantaram as árvores e depois nossa administração municipal não conseguiu manter o desenvolvimento delas e sumiram. Tanto é que quando observaram que a coisas estava ficando feia, pois elas não se desenvolveram como deveriam, fizeram uma armação de madeira para sustentar os troncos, mas não resolveu nada. Um dia a gente acorda e as árvores sumiram, pelo menos mais de dez foram cortadas no tronco”, explicou um morador da região, que pediu para não ter o seu nome divulgado.
 
O secretário titular da SEMA (Secretaria Municipal de Meio Ambiente), Agnaldo Ferreira dos Santos, disse que não tinha conhecimento do fato, pois a ação na visão do secretário se caracteriza como crime ambiental. Para tanto Agnaldo Ferreira informou que a Secretaria fará um levantamento rigoroso para identificar os criminosos e com base nas denúncias um inquérito criminal ambiental será instaurado imediatamente.
 
“Estamos precisando arborizar e não retirar as nossas árvores da cidade”, ressaltou o secretário municipal de Meio Ambiente.
 
Agnaldo disse também que a prefeitura de Porto Velho está com um projeto de arborização, onde serão plantadas cerca de 30 mil mudas de árvores de diversas espécies em áreas estratégicas na capital rondoniense entre os meses de abril e maio de 2010. Período este, das chuvas na região Norte, momento propício para o desenvolvimento das árvores.
 

As investigações sobre o caso do sumiço das Pupunheiras podem, no rigor da apuração, atingir inclusive outra secretaria municipal, a SEMUSB – Secretaria Municipal de Serviços Básicos.

CONFIRA FOTOS:

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS