close
logorovivo2

Vereadora comemora aprovação de projeto que beneficia mototaxistas

Vereadora comemora aprovação de projeto que beneficia mototaxistas

DA REDAÇÃO

10 de Julho de 2009 às 12:40

Vereadora comemora aprovação de projeto que beneficia mototaxistas

FOTO: (Divulgação)

Na manhã desta quinta (09), a vereadora Ellis Regina (PCdoB) comemorou com centenas de mototaxistas da capital. Ela participou de uma passeata em agradecimento pela aprovação do Projeto de Lei que regulamenta a atividade de mototaxi motoby e motofrete, ocorrida nesta quarta (08), no Senado. O ato público, além de ter sido prestigiado pela parlamentar, contou com a presença do senador, relator da matéria, Expedito Júnior (PR-RO) e outras autoridades locais.
Melhorias no transporte público de Porto Velho já é uma bandeira levantada por Ellis. A vereadora explica que defende a implantação de novas opções de serviço para o setor, citando o “táxi-lotação” como exemplo. Ellis faz críticas à política de transporte da cidade destacando a “alta tarifa” de dois reais e trinta centavos, cobrada atualmente. “A comunidade agora pode escolher entre os coletivos, táxi ou mototaxi”, disse empolgada.
Embora o projeto tenha sido aprovado pelos senadores, a implantação do serviço depende da “aderência” de cada prefeitura. Na capital de Rondônia a atividade de transporte de passageiros em motocicletas tem enfrentado resistências, por parte de alguns parlamentares (vereadores), Executivo Municipal e dos taxistas. No entanto os representantes da categoria esperavam a posição do congresso para reivindicar a implantação do serviço pela prefeitura, que argumentava inconstitucionalidade na prática.
Ellis Regina afasta dúvidas existentes sobre a profissão. “O projeto, que agora só aguarda sanção presidencial, prevê que o profissional seja capacitado em cursos que serão oferecidos pelo Detran, não pode ter antecedentes criminais, ser maior de 21 anos, entre outras ressalvas”, disse.
O mototaxista, membro da Cooperativa da categoria (Cooperloc), Anselmo Penasco, disse que os colegas estão otimistas e felizes por poderem contar com um bom número de vereadores e que, “a prefeitura tem que acompanhar a decisão do Senado e implantar o serviço para Porto Velho”.
 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS