close
logorovivo2

Acusados de incendiar ônibus na capital são presos pela Delegacia de Patrimônio - Foto

Acusados de incendiar ônibus na capital são presos pela Delegacia de Patrimônio - Foto

DA REDAÇÃO

25 de Junho de 2009 às 10:14

Acusados de incendiar ônibus na capital são presos pela Delegacia de Patrimônio - Foto

FOTO: (Divulgação)

Por volta das 20h de quarta-feira (24), a equipe de investigação da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio, conseguiu prender Edivalnei Crispim de Oliveira, mais conhecido como "Ravengar" (foto ao lado), no bairro Mariana, zona leste de Porto Velho. Segundo o Chefe de investigação da DECCP, Elsedir Leite, "Ravengar" é um bandido perigoso e temido em Porto Velho, “apesar de ser um bandido conhecido na capital, tínhamos dificuldades de chegar até ele, devido ao temor da população”.
 
Ao todo foram presos quatro suspeitos, sendo dois maiores e dois menores, o delegado que comanda a operação, batizada como "Operação Naufrágio", Dr. Paulo Kakionis disse que a alguns dias a equipe de investigação estava no encalço dos bandidos e com a ajuda do disque-denúncia, foi possível chegar ao chefe da quadrilha. O outro maior preso é Edson Fontinele Oliveira vulgo "Aranha". De acordo com as investigações, "Ravengar" apontado como sendo o chefe da quadrilha era quem dava a ordens e distribuía as armas aos outros integrantes do grupo.
 
Ordens partiam de dentro do "Urso Branco"
 
Outro ponto principal das investigações, e que intriga as autoridades, é a ligação entre o bando e outro comandante do crime que está preso no presídio José Mário Alves, o "Urso Branco". Ao que tudo indica, este é quem realmente dava as ordens do que deveria ser feito, e Ravengar seria uma espécie de segundo chefe que tinha a função de executar essas ordens.
 
A maior prova de que realmente era o bando que vinha aterrorizando a capital, ateando fogo em ônibus e que chegaram a disparar tiros contra o prédio do Ministério Público, foi o fato de um dos integrantes presos, este sendo menor de idade, estar com queimaduras recentes em várias partes do corpo. Segundo relato de uma das vítimas, que estava no ônibus no dia do crime, os bandidos ateou fogo enquanto ainda estavam dentro do ônibus e que as chamas teriam atingido um dos criminosos.
 
A qualquer momento outras prisões deverão acontecer, segundo a polícia trata-se de um grupo grande que vem tentando implantar um sistema de crime organizado em Porto Velho, espelhando-se em outros grupos de São Paulo. São criminosos experientes que recrutam menores para o mundo do crime, entregando armas de fogo e dando as instruções de como atacar.

"Ravengar" já cumpriu 12 anos de prisão no "Urso Branco" por roubo, e é apontado como sendo o principal organizador de vários assaltos na capital, Edson o aranha, também tem várias passagens pela polícia. O delegado de polícia Dr. Paulo Kakionis, disse que as investigações continuam e que enquanto não forem presos todos os integrantes da quadrilha, a polícia não irá por um fim a operação “estamos trabalhando 24 horas para garantir a segurança da população, e não vamos permitir essas ondas de terror que vinham acontecendo” assegurou o delegado. Um dos grandes aliados da polícia é o disque-denúncia que pode ser feito de qualquer local sem ter que se identificar através do 0800 647 1400. Ao passar informações que levem  a prisão de bandidos, você estará colaborando para termos uma cidade mais segura.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS