close
logorovivo2

OPERAÇÃO ABATE - Superintendente da SFA em Rondônia e substituto foram presos pela PF

OPERAÇÃO ABATE - Superintendente da SFA em Rondônia e substituto foram presos pela PF

DA REDAÇÃO

16 de Junho de 2009 às 08:46

OPERAÇÃO ABATE - Superintendente da SFA em Rondônia e substituto foram presos pela PF

FOTO: (Divulgação)

 

Orimar Martins (esq.) na ocasião em que foi empossado na SFA com indicação do deputado federal Ernandes Amorim e prestigiado pelo governador Ivo Cassol.

A pedido do Ministério Público Federal (MPF), a Polícia Federal começou a cumprir nesta manhã 15 mandados judiciais de prisão preventiva, sete mandados judiciais de prisão temporária, além de 43 mandados de busca e apreensão na sede da Superintendência Federal da Agricultura (SFA) em Porto Velho (RO), na residência de investigados e nos escritórios de empresas envolvidas num esquema criminoso de favorecimento de empresas frigoríficas, laticínios e curtumes.
 
A reportagem obteve a confirmação de que já estão presos em Porto Velho o superintendente da SFA Orimar Martins da Silva e o substituto dele João Carlos Barbosa ou João do Pulo. Funcionário de carreira do órgão, a posse de Orimar Silva no cargo de superintendente, em setembro de 2007, foi prestigiada pelo governador Ivo Cassol (sem partido) e pelo deputado federal Ernandes Amorim (PTB-RO).
 
A SFA é encarregada de fiscalizar e inspecionar as empresas que industrializam produtos animais, como os frigoríficos e apiários, por exemplo, sendo o órgão que emite o SIF, selo de inspeção federal, obrigatório para a comercialização.
 
Os servidores públicos envolvidos no esquema recebiam vantagens indevidas das empresas favorecidas. Segundo o MPF, foi identificado um importante grupo econômico com sede em Mato Grosso, responsável por pagamento de propinas a servidores públicos da SFA em Rondônia, Banco da Amazônia, Ministério da Integração Nacional, Agência Nacional da Energia Elétrica e Secretaria do Meio Ambiente do Estado de Mato Grosso.
 

As execuções das ordens judiciais, batizada de “Operação Abate”, estão sendo cumpridas em oito Estados: Rondônia, Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Pará e Rio Grande do Norte e no Distrito Federal. Participam da operação 250 policiais federais.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS