close
logorovivo2

PROJETO GUAPORÉ - Profissionais de metal-mecânica apostam em aperfeiçoamento

PROJETO GUAPORÉ - Profissionais de metal-mecânica apostam em aperfeiçoamento

DA REDAÇÃO

27 de Fevereiro de 2009 às 10:56

PROJETO GUAPORÉ - Profissionais de metal-mecânica apostam em aperfeiçoamento

FOTO: (Divulgação)

 
Nesta quinta-feira, 40 profissionais do segmento de metal-mecânica formados pelo Projeto Guaporé da Indústria Metalúrgica e Mecânica da Amazônia (IMMA) embarcaram rumo a uma nova etapa profissional, um treinamento nas fábricas da Alstom e da Bardella, localizadas no interior de São Paulo. Ao retornarem, eles têm como missão repassar aos demais funcionários da indústria o que aprenderam.
 
Entre os funcionários da primeira indústria de bem de capital da região Norte, um ex-vendedor, que por 16 anos trabalhou no comércio de Porto Velho. Marcos Antônio Marlo, 46 anos, conta que quando soube dos cursos logo se inscreveu e foi surpreendido pela contratação. “Empresa nenhuma me queria por causa da minha idade e agora tenho uma nova profissão, com possibilidade de crescimento”, avalia o caldeireiro da IMMA, que passará por treinamento na Bardella.
 
Para Adriano Silva Nascimento, 34, o Projeto Guaporé foi a oportunidade profissional que ele nunca teve. “Antes já trabalhava como soldador, mas agora sou capacitado e foi me aperfeiçoar ainda mais participando desse treinamento na Alstom”, afirma o soldador.
 
O objetivo da IMMA com o Projeto Guaporé não era capacitar apenas profissionais maduros. Para participar dos cursos, basta ser maior de 18 anos, saber ler e escrever. Cleilton Fernandes de Souza, 18, concluiu o Ensino Médio, mas até então não tinha tido chance alguma no mercado de trabalho, com o projeto tudo mudou. O rapaz é operador de máquina de usinagem contratado pela indústria. “Nem sabia o que era uma metalúrgica e agora quero me aprofundar nesse segmento”, diz.
 
Na segunda quinzena de março, a IMMA irá abrir inscrições para a segunda etapa do Projeto Guaporé, que deverá capacitar 300 profissionais. Na primeira etapa foram capacitadas 220 pessoas.
 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS