close

SOLIDARIEDADE - Projeto desenvolvido por acadêmicos de administração reestrutura ONG na capital - Confira fotos

SOLIDARIEDADE - Projeto desenvolvido por acadêmicos de administração reestrutura ONG na capital - Confira fotos

DA REDAÇÃO

22 de Dezembro de 2008 às 07:24

SOLIDARIEDADE - Projeto desenvolvido por acadêmicos de administração reestrutura ONG na capital - Confira fotos

FOTO: (Divulgação)

A professora Ana Carla, coordenadora do projeto "Superação e Ação", e o presidente da RNP, Péricles William.
A Organização Não Governamental (ONG) Rede Nacional Positiva (RNP), localizada na rua Joaquim Nabuco, bairro Santa Bárbara, celebrou no último sábado (20) a entrega de sua sede inteiramente reformada e com melhores condições para prestar ajudar às pessoas que a procuram e/ou são mantidas sob a sua rede.

A reforma aconteceu através de um projeto social da Faculdade PORTO realizada por acadêmicos do 8o. Período do curso de Administração, denominado Projeto Superação e Ação, coordenado pela professora Ana Carla de Oliveira. De acordo com a a professora esse projeto foi desenvolvido em sua disciplina, Realidade Social Empresarial. Ela destacou a participação dos professores Carla Janaína Mendonça e Ramiro Vieira e o efetivo apoio da coordenadora do curso de Administração, Rita Ramalho.

A professora destacou também o apoio total do diretor da faculdade PORTO, Augusto Pelúcio, que ajudou na reestruturação do prédio (partes elétrica e hidráulica) doando toda a parte da pintura. A ONG ainda conseguiu trocar alguns móveis e recebeu a doação de 800 quilos de alimentos.

PRESTAÇÃO DE SERVIÇO SOCIAL

A Rede Nacional Positivo (RNP), mantém um serviço de ajuda e conscientização social há oito anos, apoiando e auxiliando soropositivos (portadores do vírus HIV), alcoólatras e ex-viciados em entorpecentes. O presidente da rede é Péricles William Magalhães Soares, que mantém entidade através de doações e parceiros que acreditam no trabalho desenvolvido pela RNP.

Fazia tempo que o local onde funciona a ONG precisava de uma reforma, mas, segundo Péricles, por preconceito as obras tinham iniciam, mas nunca terminavam, pois os pedreiros quando descobriam que no local eram atendidos soropositivos, não voltavam mais.

Péricles William e um dos parceiros da ONG, Sérgio Henrique, da Alcoólicos Anônimos (AA).

A RNP mantém um trabalho sério voltado a ajudar e manter em sua rede de atendimento não somente soropositivos, mas também, alcoólatras, viciados em entorpecentes, prostitutas, pessoas que de alguma forma se encontram em situação extrema de necessidade física e mental, prestando ajuda oferecendo medicamentos, roupas, cestas básicas e palestras motivacionais e de saúde à todos.

A equipe da rede conta hoje com a ajuda de mais um parceiro, o instrutor da Alcoólicos Anônimos (AA), Sérgio Henrique Pereira, que realizará palestras motivacionais nos encontros celebrados dentro da programação da RNP.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS