close

Rondônia participa de leilão da Conab

Rondônia participa de leilão da Conab

DA REDAÇÃO

12 de Dezembro de 2008 às 08:06

Rondônia participa de leilão da Conab

FOTO: (Divulgação)

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) confirmou para esta quinta-feira (11/12), a partir das 9 horas (horário de Brasília), o leilão público para venda de 273 mil toneladas de milho, sendo 60 mil/t de Mato Grosso do Sul. Em atendimento ao Ofício n.° 1107/2008, de 2 de dezembro, da Secretaria de Produção (Seprotur), o Prêmio de Escoamento de Produto (PEP) para comercialização do grão foi elevado de R$ 1,08 para 1,80.

O pleito foi discutido semana passada pela secretária Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, durante audiência no Ministério da Agricultura. Segundo ela, “a reivindicação do setor junto ao Estado foi de que defendêssemos que o PEP a ser realizado pela Conab se igualasse ao que foi concedido ao estado de Goiás, e assim foi deferido”.

Conforme o ofício, o Estado produziu cerca de 600 mil/t de milho na safra de verão e 2.850 mil/t na de outono/inverno, para um consumo anual de 1.000 mil/t, constatando-se a existência de um excedente comercializável superior a 2.000 mil/t. Aliado a esse fator a comercialização, no presente ano, ocorre de forma mais lenta, havendo no momento um estoque superior a 1.200 mil/t, uma vez que as exportações têm sido menores do que em 2007.

Ainda segundo a reivindicação, esse ano a Conab/MS praticamente não participou do processo de comercialização do milho, como em 2007, contribuindo assim para a existência de um elevado nível de estoque. A propósito, o Estado dispõe de uma capacidade estática de armazenagem da ordem de 6.700 mil/t, situação que demandará a remoção, em curto prazo, de grande parte do milho disponível. Mato Grosso do Sul prevê colher nesta safra 4.750 mil/t dessa oleaginosa, o que exigirá a liberação de armazéns a partir de fevereiro próximo.Também participam do leilão os estados de Mato Grosso (150 mil/t), Goiás (60 mil/t) e Rondônia (3 mil/t).

PRÊMIO


O PEP é uma subvenção econômica oferecida pelo governo em leilões para apoiar a venda de produtos de origem agrícola. O arrematante do benefício se compromete a adquirir o produto diretamente do agricultor ou de sua cooperativa, pagando o preço de referência definido pelo governo, e a escoá-lo para uma região de consumo previamente estabelecida. O comunicado do leilão em questão está disponível através do endereço

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS