close

Notícias da Região Norte - Acre, Amazonas e Roraima

Notícias da Região Norte - Acre, Amazonas e Roraima

DA REDAÇÃO

29 de Novembro de 2008 às 08:04

Notícias da Região Norte - Acre, Amazonas e Roraima

FOTO: (Divulgação)

 

ACRE

Preso homem que estuprou e matou

Ignoram-se os motivos pelos quais a polícia da capital manteve até ontem sigilo da prisão de Sebastião Silva do Nascimento, o Pé-de-Plástico (33), autor de um crime que deixou apavorado o bairro Preventório.

Autor confesso de um crime hediondo, ele é acusado de ter matado a pauladas e estrangulado a dona-de-casa Aldaísa Sampaio de Oliveira (41) para, em seguida, violentá-la sexualmente e abandonar o corpo nos fundos do Educandário Santa Margarida, onde funciona uma auto-escola.

A delegada Kelcináira Mesquita, da Delegacia de Crimes contra a Mulher, que elucidou o crime, recusou-se a manter contato com a imprensa com o argumento de que o inquérito estava sob a responsabilidade de sua colega Mardhia El-Shawa.

O crime, segundo apurou a imprensa, ocorreu na madrugada do dia 28 de outubro e revoltou a comunidade do bairro Preventório. Aldaísa, segundo a própria polícia, por vezes fazia programa em um ponto de prostituição nas proximidades do Cemitério São João Batista.

Na noite anterior ao crime, ela teria sido vista com Sebastião, conhecido usuário de droga do Preventório, quando juntos caminhavam pela Rua Minas Gerais, próximo ao local do crime. Na manhã seguinte, seu corpo foi encontrado nos fundos do Educandário Santa Margarida.

O crime foi investigado inicialmente pela delegada Mardhia El-Shawa, que, por problemas pessoas, teve que se ausentar do trabalho por alguns dias, passando a responsabilidade à colega Kelcináira Mesquita, que concluiu o inquérito e pediu a prisão do acusado.

Preso, Sebastião Pé-de-Plástico prestou depoimento e confessou ser autor do delito, tendo em seguida sido encaminhado à unidade de recuperação social Francisco D’Oliveira Conde, onde deverá aguardar o pronunciamento da Justiça a respeito da data de seu julgamento.

A polícia, que somente se pronunciou sobre o caso por meio do assessor de imprensa Francisco Progênio, ainda não encerrou as investigações por entender que outras pessoas estariam envolvidas com o crime. Pé-de-Plástico foi o único preso que negou esse envolvimento.

AMAZONAS

Ritmo de desmatamento dispara no Maranhão e cai em Rondônia

Enquanto o desmatamento em toda a Amazônia Legal sofreu um aumento de 3,8%, no Maranhão a devastação disparou. Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), divulgados nesta sexta-feira (28), o estado perdeu uma área de 1085 km² de florestas entre agosto de 2007 e julho de 2008.

O número é 77% maior que a devastação registrada no período anterior, quando o Inpe mediu 613 km² de matas maranhenses derrubadas.

Em entrevista coletiva concedida em Brasília, o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, demonstrou preocupação com a situação do Maranhão. “Isso [o aumento do desmatamento no estado] se deve principalmente à parte oeste do Maranhão, tanto no noroeste quanto no sudoeste, e o principal problema foi o avanço da soja e o carvão com as siderúrgicas”, avaliou o ministro.

O local em que a diminuição do desmatamento foi mais significativa foi o de estado de Rondônia. Em 12 meses, houve perda de 1061 km² de florestas – uma redução de 34% em relação ao mês anterior, quando a devastação atingiu 1611 km².

RORAIMA

Escola municipal é referência no país

Depois de assistir aos cases de cada uma das seis finalistas — do Rio de Janeiro, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Santa Catarina e Roraima — o jurados elegeram a vencedora do Prêmio Destaque Brasil – Ano Base 2007: a escola Municipal Professora Amazona de Oliveira Monteiro, de Boa Vista, em Roraima. O prêmio foi entregue ao diretor da instituição durante uma festa que foi realizada ontem, às 20h, no Iate Clube do Rio de Janeiro.

A Escola Municipal Professora Amazona de Oliveira Monteiro só tem três anos de existência e já se destaca por utilizar um modelo de gestão democrática por excelência, chave para elevar os resultados educacionais e alcançar a qualidade da educação almejada.

Com planejamento, monitoramento e avaliações constantes, a escola norteia-se por alguns princípios, como atendimento incondicional ao aluno; educação comunitária, valorizando e integrando o conhecimento da cultura da local no processo educativo; formação do aluno como ser humano integral, não se limitando à formação intelectual e cognitiva, e gestão democrática e participativa, articulando a comunidade para sua integração no processo educativo e compartilhando responsabilidades.

Os projetos de aprendizagem representam uma das inovações pedagógicas da escola, em especial pela realização das aulas-passeio, utilização de recursos tecnológicos (mídias na educação) e parcerias educativas. Os projetos se desenvolvem a partir de temas escolhidos pelos alunos em sala de aula, no laboratório de informática ou fora da escola.

A escola realiza também parcerias educativas, indispensáveis para desenvolver os projetos de aprendizagem. Estas parcerias envolvem amigos da escola, oficineiros voluntários (artistas plásticos, músicos, artesãos, costureiras, cabelereiros), agentes jovens, estudantes de pedagogia, além de entidades públicas e associações.

O anúncio do prêmio foi feito durante uma videoconferência realizada no Rio de Janeiro (RJ) e transmitida por meio do canal Futura, da Rede Globo, na quinta-feira. Em Boa Vista, mais de 350 alunos assistiram à premiação no pátio da escola Amazona, no bairro Sílvio Leite.

Na etapa nacional, a escola Amazona concorreu com mais cinco instituições de ensino finalistas no prêmio: Escola Estadual Simão Ângelo (Penaforte/ CE), Colégio Estadual Antenor Padilha (Ivolândia/ GO), Escola Estadual Professor Luiz Antônio Corrêa de Oliveira (Araxá/ MG), Ciep Brizolão 415 Miguel de Cervantes (Itaboraí/ RJ) e Escola de Educação Básica Dr. Frederico Rolla (Atlanta/ SC). A escola Amazona foi também a vencedora da etapa regional, concorrendo com 22 escolas. 

No Rio de Janeiro, o diretor da escola, Paulo Cezar de Araújo, mostrou-se entusiasmado com a premiação. Em Boa Vista, as crianças, professores e funcionários da escola realizaram uma passeata pelo bairro Sílvio Leite para comemorar a vitória. “A alegria é muito grande”, declarou a vice-diretora Márcia Izel Gomes.

Para a vice-diretora, a vitória é um reconhecimento ao trabalho desenvolvido pela instituição, que segue os padrões de excelência educacional e mantém um modelo de organização de forma transparente e democrática. Ela destacou que ter conquistado o prêmio é motivo de orgulho para os professores, funcionários e a comunidade.

“É possível construir a escola dos sonhos com o trabalho e a participação de todos. Os alunos, professores, a comunidade e os pais participaram do projeto. Apenas com a participação de todos é que nós conseguimos. Temos aqui uma relação de família, na qual cada um cumpre seu dever e obrigação com a educação”, disse Márcia.

A escola Amazona Oliveira Monteiro recebeu o prêmio de Liderança em Gestão Escolar referente às atividades desenvolvidas no ano de 2007. Como prêmio, o diretor da instituição, Paulo Cezar de Araújo, viajou para Washington, capital dos Estados Unidos, para participar de um intercâmbio junto com os diretores das demais escolas, retornando para o Rio de Janeiro.

Além disso, a escola recebeu o prêmio de R$ 2 mil e uma coletânea de vídeos educativos. Agora, com a premiação do Destaque Brasil, a Amazona vai receber mais R$ 10 mil da Fundação Roberto Marinho.

DADOS – A escola está localizada na rua C-35, entre a Z-4 e a Z-5, s/n°, bairro Sílvio Leite. Tem mais de 500 alunos entre seis e dez anos matriculados no ensino fundamental, do 1° ano à 4ª série.

A escola mantém os projetos Escola Aberta, nos finais de semana, que tem como objetivo integrar a escola à comunidade, e Mais Educação, que atende os estudantes no horário oposto ao da aula, oferecendo atividades complementares como canto coral, xadrez, teatro, reforço na leitura e informática.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS