close
logorovivo2

Notícias da Região Norte - Acre, Amazonas e Roraima

Notícias da Região Norte - Acre, Amazonas e Roraima

DA REDAÇÃO

28 de Novembro de 2008 às 08:01

Notícias da Região Norte - Acre, Amazonas e Roraima

FOTO: (Divulgação)

ACRE

Identificado homem que alugava armas

Um processo investigatório que durou mais de um mês permitiu que o delegado Adolfo de Oliveira Régis, do Grupo Antiassalto da Polícia Civil (Gapc), descobrisse que existem pessoas alugando armas para que marginais pratiquem crimes.

Na mesma investigação, a autoridade, com ajuda de investigadores, conseguiu desbaratar uma quadrilha que vinha aterrorizando os bairros Areal e Mauri Sérgio. Os marginais eram beneficiados com locação de revólveres e de escopetas.

Uma das pessoas acusadas se apresentou espontaneamente para prestar depoimento e confessou que há tempo vinha alugando uma escopeta por R$ 15 por cada assalto da quadrilha.

O bando é comandado pelo marginal Tobinha, e o delegado conseguiu prender a maioria dos integrantes, diminuindo cerca de 80% dos assaltos nos bairros Mauri Sérgio e Areal, faltando prender apenas o principal envolvido.

Adolfo Régis alertou que existem outras pessoas alugando armas e que elas poderão ser penalizadas por co-autoria dos crimes praticados, formação de quadrilha e porte ilegal de arma, sem contar com apologia ao crime.

AMAZONAS

Prefeito eleito de Manaus tem a cadidatura cassada pela Justiça Eleitoral

A juíza Maria Eunice Torres do Nascimento, presidente do pleito de 2008, cassou os registros de candidatura e impediu a expedição de diplomas do prefeito Amazonino Mendes (PTB) e do vice dele, Carlos Souza (PP), por compra de voto. As informações são do Diário do Amazonas.

Eles também foram condenados ao pagamento de multa no valor de R$ 91.295,00 cada um. Cabe recurso no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM). O Ministério Público Eleitoral (MPE) entrou com uma representação contra os candidatos eleitos depois que a Polícia Federal (PF) flagrou, na noite de 4 de outubro, véspera do primeiro turno das eleições municipais, representantes da coligação "Manaus, um futuro melhor", distribuindo, no posto Recopel, requisições para aquisição de combustível com a inscrição "Eleições 2008 - Amazonino Mendes".

Maria Eunice disse que tomou a decisão com base nas provas apresentadas. "A prática reiterada de crime eleitoral vem tornando os candidatos a cargos  políticos imunes a aplicação da lei, levando ao desdém da Justiça Eleitoral", ressalta a juíza, conforme publicou o Diário do Amazonas.

A assessoria de imprensa de Amazonino Mendes informou que o prefeito eleito não vai se pronunciar sobre o assunto por se tratar de uma decisão judicial. A assessoria declara ainda que a equipe jurídica informou que a decisão não é terminativa e que vai ingressar com os recursos necessários.

RORAIMA

Policial militar é preso com 10kg de coca

Depois da prisão de um cabo e um major da Polícia Militar numa operação desencadeada pela Polícia Federal, na manhã de quarta-feira, no mesmo dia à tarde outro militar, desta vez um soldado, foi preso na Venezuela com mais de 10 kg de cocaína. A prisão do policial Edson Souza da Costa ocorreu no posto aduaneiro na cidade de Santa Elena, fronteira com Pacaraima, e entregue à Guarda Nacional.

As informações sobre a prisão são poucas. A droga estava acondicionada em garrafas pet de 600 ml, escondidas dentro de uma caixa de som de automóvel. A abordagem ao policial ocorreu no momento que ele tentou atravessar a fronteira venezuelana com um veículo Cosa sedam azul. A prisão do militar ocorreu por volta das 15h30, mas o caso só foi comunicado ao Brasil no final da tarde.

Ainda na quarta-feira, depois de tomar conhecimento da prisão do colega de farda, o capitão Antônio Correia Lima, comandante do destacamento da Polícia Militar no Município de Pacaraima, seguiu para o país vizinho a fim de se inteirar dos fatos.

Ontem o comandante-geral da PM, coronel Jairo Elgaly, recebeu a Folha em seu gabinete para falar sobre esse episódio envolvendo um subordinado em outro país. Ele se resumiu ao relatório que lhe foi passado pelo capitão Correia. De acordo com o comandante, Correia chegou a falar com o soldado preso, mas o militar foi muito breve nas palavras e não quis comentar sobre sua prisão.

Edson da Costa foi encaminhado a uma comissária (espécie de delegacia) para que fosse realizado o procedimento policial. O comandante informou que alguns familiares do soldado preso que moram em Boa Vista foram para Pacaraima na quarta-feira à noite, mas não conseguiram entrar no país vizinho porque a fronteira estava fechada.

“Eles tiveram de esperar que o dia amanhecesse e ontem, logo que a fronteira foi aberta, seguiram até a delegacia em Santa Elena, mas foram informados que o soldado preso tinha sido transferido ainda durante a madrugada para o presídio Guaiparo, na cidade de San Felix”, disse o coronel.

O comandante Jairo Elgaly explicou que está aguardando documentação oficial do país vizinho informando da prisão do soldado Edson da Costa. “Por enquanto, só tenho esse breve relato do capitão Correia”, destacou. Ele afirmou que, por se tratar de uma prisão ocorrida em outro país, a Polícia Militar de Roraima não pode fazer nada e qualquer medida tem que ser adotada pelo Itamarati e o Ministério das Relações Exteriores, com a diplomacia daquele país.

Segundo o Comando da Polícia Militar, o soldado Edson da Costa entrou na polícia em 2002 e estava lotado no destacamento do Município de Rorainópolis, no Sul do Estado. No momento de sua prisão, estava de férias do serviço militar.

O coronel Elgaly informou que, após a confirmação da prisão do policial através de documentos, será aberto um PAD (Procedimento Administrativo Disciplinar) e ele poderá ser excluído da corporação militar.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS