close
logorovivo2

Piscicultura e novas perspectivas são temas de seminário em Porto Velho

Piscicultura e novas perspectivas são temas de seminário em Porto Velho

DA REDAÇÃO

12 de Novembro de 2008 às 14:30

Piscicultura e novas perspectivas são temas de seminário em Porto Velho

FOTO: (Divulgação)

 Rondônia é um dos maiores produtores de peixe em cativeiro da Amazônia. A piscicultura rondoniense teve início de forma amadora e aos poucos vêm adquirindo estrutura profissional e competitividade, graças aos investimentos dos produtores, de entidades, do Governo do Estado e demais parceiros.
 
Esse foi o tema central do seminário realizado na última terça-feira (11/11), no auditório do SEST/SENAT, em Porto Velho, que teve como participantes da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Social - SEDES, o médico veterinário, Eleíldon Mendes e o coordenador executivo da CONSIC, Aníbal Martins. Hoje, 12/11, o evento acontecerá em Ji-Paraná com a presença dos mesmos palestrantes.

A palestra foi realizada para amantes da piscicultura, piscicultores, representantes do Governo e outros interessados, pois nota-se no Estado, verdadeira vocação e potencialidades para a atividade pela quantidade de água existente, por suas grandes bacias hidrográficas, grande biodiversidade e insumos estratégicos. O Governo do Estado, através da SEDES vem contribuindo de maneira efetiva no processo de fortalecimento de vários elos da cadeia produtiva, tais como: a ampliação de tanques e de lâmina d’água, política contínua de fornecimento de calcário e alevinos, assistência técnica, capacitação dos piscicultores na gestão da atividade e busca de canais de comercialização.

Os representantes da Sedes frisaram que os recursos utilizados para a realização das ações governamentais estão sendo muito bem empregados e são oriundos do Fundo de Investimento e de Desenvolvimento Industrial do Estado de Rondônia (FIDER). “Programa de grande relevância para o setor produtivo que já gerou 10.930 empregos e teve 24 municípios beneficiados e vários segmentos contemplados, entre eles, duas indústrias frigoríficas de pescados gerando 56 empregos”, afirma o coordenador executivo da SEDES, Aníbal Martins. A Associação de Crédito Cidadão de Rondônia – ACRECID, é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público - OSCIP que trabalha com o microcrédito, considerando a realidade dos pequenos negócios e está inteiramente disponível aos piscicultores do Estado.


Os palestrantes destacaram também que, mesmo com esses avanços é preciso buscar uma maior profissionalização do setor e agregação de valor, visando o aumento da competitividade e a inserção em nichos de mercados que remunerem os custos de produção e o capital investido. O futuro da atividade apresenta-se promissor e deverá sofrer incrementos com a iniciativa, já em andamento, de estudos para a melhoria genética do tambaqui, principal espécie criada em cativeiro, criando assim, desafios e oportunidades para um desenvolvimento sustentável.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS