close

Notícias da Região Norte - Acre, Amazonas e Roraima

Notícias da Região Norte - Acre, Amazonas e Roraima

DA REDAÇÃO

1 de Novembro de 2008 às 07:48

Notícias da Região Norte - Acre, Amazonas e Roraima

FOTO: (Divulgação)

 

ACRE

Mais de 3 mil cartões do Bolsa-Família abandonados

Vários cartões do Programa Bolsa-Família estão em poder das Agências da Caixa Econômica Federal (CEF) no Estado do Acre, praticamente, abandonados. No geral, somam-se 3.061cartões.

Com a grande quantidade de cartões “encalhados”, não significa dizer que todos os beneficiários estejam deixando de retirar o dinheiro, pois a grande maioria utiliza a segunda-via.

Mas esse caso não acontece somente no Estado. Em todo o país, dos 13,3 milhões de cartões emitidos em setembro, 567 mil não foram retirados, o equivalente a 4,2%, um dinheiro que se destina a quem precisa. No Acre, por exemplo, cerca de 57 mil famílias são beneficiadas pelo programa.

Os coordenadores do Bolsa-Família alegam que muitos beneficiários moram em áreas afastadas, sem endereço postal e também há possibilidades de algumas famílias terem saído da linha de miséria e resolvido não pegar a verba.

Contudo, eles orientam os beneficiários que não foram retirar o cartão das agências bancárias que façam o mais breve possível.

O dinheiro também pode ser sacado mediante apresentação da carteira de identidade e do número de identificação social (NIS), fornecido pelo governo federal.

AMAZONAS

Ipaam marca audiência pública para licenciamento do Porto das Lages

O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) marcou para o dia 19 de novembro, às 15h, a audiência pública para a discussão do Estudo Prévio de Impacto Ambiental (EPIA) e do Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) da obra do Porto das Lajes. A audiência será realizada na quadra de esportes "Violeta de Matos Areosa", no bairro Colônia Antônio Aleixo, em Manaus.

“A audiência pública é o momento da sociedade se manifestar sobre os impactos ambientais e sociais do empreendimento, daí a sua importância no processo de licenciamento”, disse o diretor-presidente do Ipaam, Neliton Marques.

O Porto das Lajes está projetado para operar próximo ao encontro das águas do rio Negro e Solimões, no Km 17 da Alameda Cosme Ferreira, na Colônia Antônio Aleixo. A expectativa dos empreendedores é desafogar a movimentação de contêineres do Pólo Industrial de Manaus (PIM), que hoje são carregados e descarregados no Centro da cidade.

Os investimentos estimados pela empresa Lajes Logística S.A., responsável pelo empreendimento, são da ordem de R$ 220 milhões.

Obra viável

Caso receba o licenciamento ambiental, o porto deve ocupar uma área de 600 m², uma capacidade 250 mil TEUS e empregar diretamente cerca de 120 pessoas.  Os estudos de impactos ambientais, realizados ao longo de quatro meses, foram coordenador pelo professor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Carlos Edwar.

“O porto é uma obra viável e isso foi constatado num estudo feito por nós, mas tem que ter governança ambiental, principalmente para as comunidades residentes no entorno da obra e bairros como a Colônia Antônio Aleixo e redondezas, por isso a necessidade da audiência pública", destacou Edwar.

RORAIMA

 

Túmulo de Ottomar Pinto será um dos mais visitados

Verificando os últimos detalhes, a secretária Marluce Pinto (Setrabes) esteve ontem, pela manhã, no cemitério para acompanhar de perto o trabalho de manutenção no túmulo do seu falecido marido, o governador Ottomar de Sousa Pinto.

“Já foi colocado o retrato definitivo que, até então, ainda não tinha sido finalizado e hoje virão colocar as flores. Retirei a caixinha que ficava em cima do túmulo para ser reformada, pois já não estava em um estado bom. O carinho das pessoas é muito grande. Na caixa, há cartas de agradecimento pela moradia, saúde, emprego, entre outras coisas, são diversas”, destacou a secretária.

Segundo o administrador do cemitério, José Maurício Ferreira, a quantidade de pessoas, no Dia de Finados, pode superar as expectativas por conta do túmulo do governador Ottomar Pinto.

“O esperado é que o número aumente ainda mais, pois muitas pessoas virão até o cemitério para prestar homenagens ao falecido governador. Essa semana as visitas foram constantes”, informou.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS