close
logorovivo2

Roraima - Bebedeira acaba em tragédia em Boa Vista

Roraima - Bebedeira acaba em tragédia em Boa Vista

DA REDAÇÃO

17 de Setembro de 2008 às 08:21

Roraima - Bebedeira acaba em tragédia em Boa Vista

FOTO: (Divulgação)

Atacado possivelmente por brigas por causa de cachaça, o desocupado José Alencar de Oliveira, 34, foi encontrado morto com pauladas na cabeça, no quintal de uma residência localizada no cruzamento das ruas C-7 com Felipe Xaud, no bairro Asa Branca. A polícia acredita que o crime tenha ocorrido durante a madrugada e a vítima tenha sido deixada no local sangrando até morrer. Conforme o ROP (Relatório de Ocorrência Policial), o desocupado apresentava traumatismo craniano. O corpo foi encontrado pela dona-de-casa Francisca Lopes que disse que assim que abriu a porta viu o homem jogado no quintal e avisou ao marido. “Eu conheço o rapaz, a tia dele mora aqui perto, mas ele não é de andar por aqui por casa. O meu gás tinha acabado e fui fazer fogueira quando me deparei com ele jogado no quintal”, contou. A dona-de-casa e o marido afirmaram que não passaram a noite na residência. Eles contaram à polícia que chegaram durante a madrugada e não perceberam nenhuma movimentação no local. Uma guarnição da Polícia Militar foi quem atendeu ao caso depois que recebeu a ligação informando que havia o corpo de um homem jogado no quintal. No local, próximo ao cadáver, os policiais encontraram um pedaço de madeira com manchas de sangue, várias camisinhas usadas e garrafas de cachaça. As testemunhas contaram que José, juntamente com o filho da proprietária da casa, Fernando de Souza, 27, outro rapaz, conhecido como Marcelo Sedex - que responde por dois homicídios na polícia - e a garota de programa Michelle Silva, estavam bebendo no local desde as 9h da noite de sábado. Fernando e Michele foram detidos e levados para o 1º Distrito Policial. Eles contaram que Sedex foi o autor do homicídio, mas não revelaram porque a briga começou. Eles disseram que após José levar as pauladas, resolveram correr e se esconder com medo de ser assassinados. Até o início da noite de ontem, eles ainda estavam sendo ouvidos sobre o caso, que passará a ser investigado pela Delegacia-Geral de Homicídios.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS