close

Cassol vai a Brasília pedir melhorias para RO ao Ministro da Justiça

Cassol vai a Brasília pedir melhorias para RO ao Ministro da Justiça

DA REDAÇÃO

16 de Julho de 2008 às 16:50

Cassol vai a Brasília pedir melhorias para RO ao Ministro da Justiça

FOTO: (Divulgação)

O governador Ivo Cassol esteve nesta terça-feira (15) em Brasília, para entregar pessoalmente ao Ministro da Justiça, Tarso Genro, pedido de intervenção federal no estado, em virtude da situação de insegurança que a população estava vivendo devido à quebra do acordo firmado entre o Governo do Estado e a Associação de Esposas dos Policiais Militares e Bombeiros. Felizmente não foi preciso chegar a essa medida extrema, uma vez que no final da tarde, quando desembarcou na capital federal, Cassol foi informado pela assessoria que o movimento havia acabado e as viaturas estavam retornando ao serviço em todos os municípios do estado.Mesmo assim a audiência foi mantida, e o governador aproveitou para solicitar ao Ministro algumas melhorias para o estado de Rondônia. Presídio para a capital - Cassol solicitou, e recebeu o aval do ministro, a construção de um presídio destinado apenas a homens de 18 a 24 anos, que hoje somam cerca de 70% da população carcerária do “Urso Branco”, e que neste novo presídio sejam implantados cursos profissionalizantes. “Não basta punir o criminoso, o estado tem que oferecer condições de recuperação para o apenado, por isso estamos desenvolvendo programas de aprendizado nas penitenciárias”, disse Cassol ao ministro, que aprovou a idéia. O novo presídio terá 421 vagas, e será construído em parceria com o Governo Federal. Bolsas do Ministério da Justiça - Cassol também solicitou aos militares da P.M. a bolsa oferecida pelo Ministério da Justiça para os policiais se capacitarem em cursos a distância, via internet, que são oferecidos pelo ministério. Com duração de três meses, os cursos podem ser realizados por cinco anos consecutivos. Podem participar militares que recebem até R$ 1.700,00 mensais de salário. O valor da bolsa é de até R$ 400. “Hoje só 1107 policiais do estado recebem a bolsa, mas cerca de outros 1.000 ainda podem aderir”, no que foi concordado por Genro. Casa própria para os Policiais - Citando o exemplo do Rio Grande do Sul, que possui um grande programa de moradia própria para os policiais militares e bombeiros, com financiamento da Caixa Econômica e prestações de cerca de R$ 170,00 por mês, o governador solicitou ao ministro que um programa semelhante seja implantado em Rondônia, em parceria com o Governo do Estado, para que os militares possam ter a sua casa própria, já que hoje muitos pagam aluguel, o que consome boa parte da renda familiar. O ministro ficou de encaminhar a proposta para a Caixa Econômica viabilizar o projeto no estado.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS