close

Invasores ameaçam derrubar plantio experimental de cacau em Ouro Preto

Invasores ameaçam derrubar plantio experimental de cacau em Ouro Preto

DA REDAÇÃO

1 de Junho de 2008 às 08:34

Invasores ameaçam derrubar plantio experimental de cacau em Ouro Preto

FOTO: (Divulgação)

O chefe da estação experimental da Ceplac de Ouro Preto do Oeste Raimundo Medeiros prestou ocorrência policial sobre as ameaças de invasão das terras do órgão federal. As ameaças estão sendo feitas por um grupo de pessoas que invadiram um terreno medindo cerca de 10 (dez) alqueires no último final de semana e que agora planejam invadir a área em que a Ceplac cultiva um plantio de cacau em regime de trabalho experimental que existe há 30 (trinta) anos e caso venha ser invadido todo o trabalho de pesquisa será destruído representando uma perda enorme no projeto de recuperação da lavoura cacaueira e na pesquisa de combate a “vassoura de bruxa”, praga que ataca a lavoura de cacau. De acordo com o chefe da Ceplac Raimundo Medeiros, a sua grande preocupação no momento é preservar todo o plantio que é utilizado para pesquisa no qual técnicos renomados desenvolvem experimentos científicos de grande valia para a recuperação da lavoura cacaueira no Estado de Rondônia. Segundo o chefe, os invasores, armados de foices, facões e outros objetos passam o dia ameaçando invadir a área gerando um clima de insegurança entre os funcionários do órgão federal. “Diante do fato que pode se tornar grave resolvemos comunicar as autoridades policiais e judiciais o que vem ocorrendo para que as medidas legais sejam adotadas antes que ocorra uma invasão que certamente terá enormes perdas no trabalho de pesquisa que desenvolvemos há 30 anos”, disse o chefe da Ceplac. O delegado Cristiano Lopes Ferreira, como providência remeteu cópia da denúncia para a Delegacia de Polícia Federal de Ji-Paraná, já que a Ceplac é um órgão federal, a PF já mandou uma equipe fazer o levantamento da área e caso ocorra uma invasão será convocado à presença do Exército através da 17ª Brigada de Infantaria de Selva sediada em Porto Velho com auxilio da Polícia Militar que já foi informada do fato.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS