close
logorovivo2

Amazonas - Em recontagem, Marinha confirma 15 mortes em naufrágio no AM

Amazonas - Em recontagem, Marinha confirma 15 mortes em naufrágio no AM

DA REDAÇÃO

5 de Maio de 2008 às 07:57

Amazonas - Em recontagem, Marinha confirma 15 mortes em naufrágio no AM

FOTO: (Divulgação)

A assessoria da Marinha informou às 20h20 que houve um erro na contagem dos corpos resgatados no naufrágio da embarcação "Comandante Sales", que ocorreu neste domingo (4) no Rio Solimões, na região de Manacapuru, a cerca de 80 quilômetros de Manaus(AM). Inicialmente, a Marinha informou que, pelo menos, 16 pessoas haviam morrido no acidente. No entanto, de acordo com a assessoria do órgão, um dos corpos havia sido contabilizado duas vezes. Dessa forma, o número de mortos confirmados é 15. Segundo a Marinha e o Corpo de Bombeiros, as buscas às vítimas do naufrágio foram encerradas por volta das 19h locais (20h de Brasília) e serão retomadas na manhã desta segunda-feira (5). Irregular Neste domingo, o Comando do 9º Distrito Naval da Marinha divulgou nota informando que a embarcação não "tem inscrição na Capitania dos Portos". Segundo a Marinha, o barco "foi abordado pela equipe de inspeção naval da Capitania dos Portos no dia 19 de janeiro, em Manacapuru, tendo sido apreendido por não possuir a documentação exigida, além de estar navegando sem tripulação habilitada". "Naturalmente, esta embarcação não deveria estar em operação na ocasião do acidente, por estar apreendida. Na ocasião, conforme preconiza uma Norma da Autoridade Marítima, o proprietário foi instado a comparecer à Capitania dos Portos em Manaus, a fim de apresentar sua defesa prévia e a documentação necessária para regularizar a situação da referida embarcação, o que não ocorreu até a presente data", diz a nota. De acordo com a nota, as informações iniciais apontam que a embarcação estava se deslocando para Manacapuru após uma festa na localidade de Lago Pesqueiro. As estimativas iniciais dão conta que cerca de 80 pessoas estavam a bordo. O 9º Distrito Naval destacou ainda que a Capitania dos Portos enviou uma embarcação para prestar o apoio inicial. Segundo o Corpo de Bombeiros, algumas pessoas conseguiram nadar até a margem do rio, mas não há informações sobre o número de sobreviventes.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS