close
logorovivo2

Servidores do estado pedem que deputados não votem aumento salarial proposto pelo governo

Servidores do estado pedem que deputados não votem aumento salarial proposto pelo governo

DA REDAÇÃO

8 de Janeiro de 2008 às 11:39

Servidores do estado pedem que deputados não votem aumento salarial proposto pelo governo

FOTO: (Divulgação)

Servidores estaduais de várias categorias estão na Assembléia Legislativa do Estado de Rondônia tentando sensibilizar os deputados estaduais a não votarem a proposta de aumento encaminhado pelo Executivo que prevê um aumento de 2% para fevereiro e mais 2% para março. Os manifestantes pedem que o projeto seja discutido em um prazo maior com o Executivo e que o aumento seja relevante para todas as categorias. Alguns servidores exaltados falam em fazer um “aquartelamento” na frente da Assembléia para tentar barrar a votação. O policial militar, cabo Francisco dos Anjos, chegou a comentar ironicamente na frente de alguns deputados, reunidos no Plenarinho da Casa do Povo, que iria compra um carro novo com o aumento. A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Rondônia, Claudir Mata, chegou a comentar com a reportagem que o aumento não refletirá de forma positiva no bolso dos servidores, pois todas as categorias vêm sofrendo perdas salariais. Somente este ano, as perdas segundo Claudir Mata, chegam a 15%. Integrantes do Corpo de Bombeiros Militar também acompanham a votação. O presidente da Associação do Corpo de Bombeiros Militar, Sidnei de Souza chegou a falar que a categoria também não está satisfeita com o percentual do aumento divulgado pelo governo, mas que acompanha a votação e espera que os deputados se sensibilizem com os servidores. O relator da proposta de aumento salarial é o deputado estadual Luizinho Goebel(PV). A equipe de reportagem não conseguiu falar com o deputado, que está em reunião fora da Casa. BANCADA CONTRA AUMENTO PROPOSTO De acordo com informações do deputado do PT, professor Dantas, já está confirmado que o deputado Neri Firigolo, do mesmo partido, irá votar contra o aumento proposto pelo governo. "Já conversei com o Neri e ele garantiu que vota contra. Já o Ribamar, falta conversar com ele para saber seu posicionamento. Mas é quase certo que toda a bancada do PT votará contra a proposta", finalizou o deputado Dantas. *VEJA TAMBÉM * Deputados vão votar reajuste do funcionalismo já em janeiro * Governo do Estado paga salários uma semana antes do fim do mês

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS