close
logorovivo2

População de Ouro Preto do Oeste reivindica limpeza no canal

População de Ouro Preto do Oeste reivindica limpeza no canal

DA REDAÇÃO

27 de Dezembro de 2007 às 08:21

População de Ouro Preto do Oeste reivindica limpeza no canal

FOTO: (Divulgação)

Com o inicio do inverno amazônico uma grande preocupação volta à tona no município de Ouro Preto do Oeste, é a limpeza o quanto antes do igarapé e do canal que cortam o perímetro urbano da cidade. A preocupação é para evitar as cenas do inverno amazônico passado quando as fortes chuvas caíram fizeram com que o igarapé e o canal transbordassem e conseqüentemente a água invadiu as residências que estão localizadas próximas a estes locais chegando a deixar algumas famílias desabrigadas. *No ano passado como solução foi feito uma limpeza paliativa apenas no canal esquecendo a limpeza do igarapé fato este que foi limpo pela última vez no ano de 2003. Devido a grande quantidade de lixo e mato existentes na parte que se encontra canalizado é comum a presença de animais (cavalos), pastando, mas a grande preocupação dos moradores é quanto ao perigo de doenças transmitidas principalmente por ratos que proliferam rapidamente. Mas todo este quadro poderia ser diferente caso a Prefeitura tivesse providenciado a limpeza do canal e do igarapé, como acontecia na então gestão do prefeito Carlos Magno. “Com inicio das chuvas aumenta a nossa preocupação já que sempre neste período temos inundações. Mas isso poderia ser evitado caso a limpeza do igarapé tivesse sido feita fato este que há 03 anos não é executado”, confirmou o morador do bairro Novo Estado Antonio Basto Freitas. *O secretario municipal de Infra-Estrutura Edson Pavanelli foi procurado para comentar sobre o fato, mas segundo funcionários da pasta o secretario estava na zona rural que se encontra em situação critica em relação às estradas vicinais. A realidade da Seminfra, segundo explicou durante uma audiência pública para prestação de contas, não é nada animadora já que não dispõe de recursos financeiros até mesmo para fazer a recuperação de estradas vicinais em razão do déficit orçamentário que pode chegar à cerca de um milhão de reais.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS