close
logorovivo2

Marlon Donandon esclarece sobre corte de energia ocorrido em Vilhena

O prefeito firmou esta semana acordo com a Ceron para parcelamento da dívida da prefeitura de Vilhena, correspondente ao ano de 1993, até agosto de 2006. O deputado federal Natan Donandon participou da reunião com a diretoria da companhia.

DA REDAÇÃO

18 de Outubro de 2007 às 10:30

Marlon Donandon esclarece sobre corte de energia ocorrido em Vilhena

FOTO: (Divulgação)

O prefeito de Vilhena Marlon Donadon, afirmou ontem (17), em visita à redação do rondoniaovivo.com, que em reunião realizado esta semana com a diretoria da Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron), conseguiu fazer um acordo sobre a ação que a companhia de energia movi, contra a prefeitura, referente ao uso de energia elétrica, desde o ano de 1993 até agosto de 2006. A dívida atrasada corresponde ao valor de R$ 16milhões. *No acordo, a prefeitura irá pagar o correspondente a 30% da dívida corrente (setembro, outubro, novembro e dezembro) até o final do ano, e o restante será diluído no pagamento da dívida que se inicia no próximo ano. *O prefeito fez questão de ressaltar que já vinha tentando fazer este acordo desde o momento em que a prefeitura perdeu a ação (em função de perda de prazo recursal). “Fomos comunicados que teríamos 45 dias para quitar a dívida. A Ceron não nos deu outra alternativa além de pagar a conta corrente, que corresponde a R$ 200mil por mês. Tivemos a aprovação da Câmara para pagar, porém não tivemos recurso para quitar ao menos a dívida corrente”. *A prefeitura optou em pagar algumas contas dos órgãos da administração municipal, como repartições, escolas, quadras de esporte, e deixou de pagar a conta dos hospitais e da iluminação pública que correspondem a 70% do valor da fatura. Serviços estes que não podem, em hipótese alguma, ser cortado. *Mesmo assim, a prefeitura foi surpreendida com o corte, sem aviso, nos locais onde a conta estava paga (referente ao mês corrente). “Entramos com um mandado de segurança, e até o final do dia tivemos nossa luz religada. Porém esse corte gerou uma série de transtornos ao município”. *O prefeito lamenta que esse problema tenha estourado em sua administração, mas afirma que procurou de todas as maneiras fazer o acordo, diretamente com o presidente da companhia e seus diretores, porém as tentativas foram em vão. *“Não tínhamos condição financeira de quitar esta dívida e ainda pagar contas do mês em curso. Acho que o ato foi arbitrário e inconstitucional”, desabafa o prefeito. *O fechamento do acordo feito esta semana com a Ceron, contou com a presença do deputado federal Natan Donadon, que, segundo o prefeito, foi de fundamental importância para o fechamento do acordo.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS