close
logorovivo2

Cirurgiões dentista reclamam que Autorização de Internação Hospitalar vem sendo desrespeitada

Cirurgiões dentista reclamam que Autorização de Internação Hospitalar vem sendo desrespeitada

DA REDAÇÃO

23 de Setembro de 2007 às 16:52

Cirurgiões dentista reclamam que Autorização de Internação Hospitalar vem sendo desrespeitada

FOTO: (Divulgação)

*Cirurgiões-dentistas que trabalham em atendimento ao público indagaram da presidente do Conselho Regional de Odontologia de Rondônia, Sandra Menezes, sobre o direito do cirurgião-dentista de assinar a Autorização de Internação Hospitalar (AIH). Ela esclareceu que em Abril, o Ministério da Saúde havia informado que a liberdade do CD requerer a internação hospitalar estava garantida graças a uma modificação no sistema de informações do Sistema Único de Saúde (SUS) l, e que deve ser publicada em breve pelo Ministério da Saúde, conforme informou o coordenador nacional de Saúde Bucal Gilberto Pucca. *Direito vem sendo desrespeitado *No entanto, isso não foi suficiente, conforme alegaram ao Conselho Federal de Odontologia e Conselhos Regionais de Odontologia cirurgiões-dentistas que tiveram seus direitos negado por alguns gestores. Em geral, o que os CDs ouvem é que seria necessário um documento legal para comprovar o direito. Informação negada pelo coordenador de saúde bucal. ?Os gestores que fazem esta exigência estão mal informados?, rebate. *Ouvidoria *Pucca diz que é muito importante que o CD que tiver seu direito desrespeitado denuncie o fato à Ouvidoria do SUS, pelo telefone 0800-611997 ou no endereço eletrônico www.saude.gov.br/ouvidoria. Com a notificação, os técnicos do Ministério da Saúde entrarão em contato com os gestores a fim de esclarecê-los sobre a mudança. *O coordenador prefere relativizar a importância da portaria ministerial. Segundo Pucca, ?ela é apenas um cuidado a mais para esclarecer o gestor?. Em outras palavras, o direito do CD de assinar uma AIH não está condicionado à publicação da portaria. Ele já está garantido. *Na prática, esse episódio prova mais uma vez que certos hábitos levam tempo para mudar. E que a mobilização da categoria é essencial para assegurar suas conquistas.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS