close
logorovivo2

Acadêmicos prestigiam Ricardo Kotscho no projeto “Sempre Um Papo” em Porto Velho

O jornalista Ricardo Kotscho, um dos mais versáteis jornalistas do país, abriu na noite de quarta-feira (13) o projeto “Sempre Um Papo”, em Porto Velho, no auditório da Unipec. >>>

DA REDAÇÃO

14 de Setembro de 2007 às 16:35

Acadêmicos prestigiam Ricardo Kotscho no projeto “Sempre Um Papo” em Porto Velho

FOTO: (Divulgação)

*Foto/legenda: O organizador do evento, Fred Perillo, e o jornalista Ricardo Kotscho *- *O jornalista Ricardo Kotscho, um dos mais versáteis jornalistas do país, abriu na noite de quarta-feira (13) o projeto “Sempre Um Papo”, em Porto Velho, uma realização da AB Comunicação e Fred Perillo Comunicação, com apoio da Uniron, do Sinjor (Sindicato dos Jornalistas de Rondônia) e do site www.rondoniaovivo.com. O jornalista está divulgando o lançamento do seu mais recente livro “Do Golpe ao Planalto – Uma Vida de Repórter” (Cia das Letras). *O evento foi realizado no auditório da Unipec e contou com a participação de acadêmicos de comunicação e profissionais da imprensa, que lotaram o espaço e sabatinaram o jornalista Ricardo Kotscho. *A proposta do projeto “Sempre Um Papo” é promover a integração entre uma notória figura da mídia, escritores, roteiristas e jornalistas, com a comunidade acadêmica e profissionais de comunicação. Na região Norte o projeto já foi implantado com grande sucesso no Acre e no Amazonas, onde figuras notórias como Ruy Castro, Zeca Camargo, Fernanda Young, Paulo Markun, o rapper Falcão, entre outros já participaram. *Ricardo Kotscho esteve à disposição do público e respondeu a questionamentos relativos à imprensa brasileira, a sua passagem pelo governo Lula como assessor, e contou histórias de redações e da sua relação com a imprensa no Planalto Central. *O jornalista tem uma experiência de vida e como profissional das mais profícuas, já tendo viajado por todo o país, ele foi peça integrante do jornalismo brasileiro na época da ditadura militar e vivenciou épocas e transformações sociais e políticas relevantes da recente história brasileira. *Ao comentar da sua obra literária, Ricardo contou parcialmente, em “pílulas”, algumas das passagens vivenciadas por ele e que estão disponíveis na íntegra no livro. *Alguns estudantes ao fim do bate-papo se queixaram que o jornalista evitou falar dos escândalos de corrupção que envolveram o atual presidente a candidato a reeleição Lula (como o mensalão e a saída de seus ex-ministros José Dirceu e Antônio Palocci). Mas a maioria soube ouvir as críticas e observações de Kotscho sobre as benesses e malefícios da profissão de jornalista. *Em pouco mais de uma hora Kotscho ofereceu respostas claras e objetivas quanto aos questionamentos que tratavam do atual mercado jornalístico, sobre o processo de saturação nas redações, e criticou duramente a falta de iniciativa dos repórteres em algumas redações, acomodados com a internet e se atendo mais ao teor das informações das pautas do que da investigação, da apuração dos fatos. Citou a importância do jornalista ter não uma, mais outra fontes as quais possam fornecer mais dados, até mesmo para que se faça o cruzamento das informações colhidas. *O próximo nome da comunicação que deve vir ao Estado, como convidado do projeto “Sempre Um Papo” é o jornalista Arnaldo Jabor. Em data e local a serem previamente confirmados.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS