close
logorovivo2

Vacinação contra a paralisia infantil é neste sábado em todo o Estado

Vacinação contra a paralisia infantil é neste sábado em todo o Estado

DA REDAÇÃO

17 de Agosto de 2007 às 10:35

Vacinação contra a paralisia infantil é neste sábado em todo o Estado

FOTO: (Divulgação)

*A segunda etapa da campanha de vacinação contra a paralisia infantil (Poliomielite) tem como meta imunizar mais de 173.000 crianças de 0 a 4 anos em todo Estado. A campanha, que está sendo feita pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) em parceria com municípios e Ministério da Saúde (MS), será realizada no próximo sábado(20) das 8h as 17h. O trabalho de vacinação na zona rural se estenderá até 20 de setembro. *"Estamos prontos para a campanha, com 420 postos fixos de vacinação distribuídos nos 52 municípios" informou Milton Moreira, secretário da Sesau, acrescentando que serão mobilizados 2900 pessoas para trabalhar, no dia, como vacinadores. A estrutura abrange também a utilização de 110 carros, 02 barcos e 01 helicóptero, cedido pelo MS. *A população deve procurar os postos de vacinação durante todo o horário previsto, evitando concentrar a procura no final da tarde para não gerar, tumultos e atrasos. Embora a campanha tenha como alvo a poliomielite, alguns postos oferecerão vacinas para outras enfermidades, dependendo principalmente do fluxo de atendimento e o número de vacinadores disponíveis. *Em 2004 o Estado aplicou aproximadamente 161 mil doses da vacina, alcançando uma cobertura vacinal de 97%. O percentual é considerado excelente pela Organização Mundial de Saúde (OMS) que avalia como ideal a abrangência de 95% de imunizações. *Crianças imunizadas - ?A Poliomielite é uma doença infecto-contagiosa, causada por vírus, que tem sua prevenção feita através da vacina, por isso a administração Ivo Cassol está buscando ampliar cada vez mais o número de crianças imunizadas. O Brasil tem o certificado de erradicação da enfermidade desde 1994 e estamos trabalhando com responsabilidade para manutenção desse status? explicou o secretário da Sesau. *Não existe contra indicação para a vacinação com as ?gotinhas? nem eventos adversos após a imunização. A criança deve ser vacinada mesmo que esteja apresentando diarréia, vômito, resfriado ou que esteja tomando medicamentos contra qualquer doença. Outro ponto importante é a apresentação do Cartão de Vacinação, que registra e comprova as vacinas necessárias.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS