close
logorovivo2

Inscrições abertas para curso de Especialização em Projetos de Empreendimentos Turísticos

Inscrições abertas para curso de Especialização em Projetos de Empreendimentos Turísticos

DA REDAÇÃO

26 de Julho de 2007 às 11:50

Inscrições abertas para curso de Especialização em Projetos de Empreendimentos Turísticos

FOTO: (Divulgação)

*A Faculdade São Lucas está com inscrições abertas para o curso de Especialização em Projetos de Empreendimentos Turísticos, que começa em agosto. A iniciativa leva em conta que o desenvolvimento da atividade turística é baseado na formatação inovadora de produtos turísticos e pela excelência dos serviços, visando atender características e exigências qualitativas dos segmentos de demanda dos mercados emissores. Além disso, é avaliado o fato de que a base de sustentação da política de desenvolvimento está centrada no desenvolvimento turístico, excelência dos produtos e serviços e o fortalecimento da infra-estrutura básica e turística, vertentes estratégicas para o segmento. *Com a realização do curso, a Faculdade São Lucas ainda leva em conta que os produtos turísticos são constituídos por um amplo e diversificado conjunto de atividades econômicas entre si, visando atender às necessidades de transporte, hospedagem, alimentação, entretenimento e lazer dos viajantes. Importante observar que o turismo abrange mais de 52 segmentos da economia com reflexos consideráveis, diretos e indiretos, sobre a geração de empregos. Em razão disso, é acentuada a dinamicidade do setor. Análises macroeconométricas da Organização Mundial do Turismo (OMT) apontam que o turismo ocupa o primeiro lugar na geração de emprego e renda no produto interno bruto mundial, responsável pela captura de 11,4% dos investimentos globais de todas as atividades produtivas. *Em Rondônia existe oferta de recursos naturais e artificiais ligados à atividade turística, mas o mercado ainda é carente de profissionais capacitados para a elaboração de projetos, tanto na esfera privada quanto na pública, fundamentais para fomentar o desenvolvimento da economia regional, de acordo com as premissas dos órgãos financiadores para o setor, através da descentralização dos recursos federais, dentre os quais os Ministérios do Turismo, da Ciência e Tecnologia, dos Transportes, do Meio Ambiente, da Cultura e Embratur, bem como a Fundação Roberto Marinho, Banco da Amazônia e Banco do Brasil, dentre outros. ***Veja também: * Projeto Tom da Amazônia capacita 400 professores em Porto Velho

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS