close
logorovivo2

Dnit anuncia seminário para debater alterações no projeto da BR-364

Dnit anuncia seminário para debater alterações no projeto da BR-364

DA REDAÇÃO

6 de Julho de 2007 às 14:54

Dnit anuncia seminário para debater alterações no projeto da BR-364

FOTO: (Divulgação)

* Estarão concluídos na próxima semana os estudos técnicos desenvolvidos pela construtora Camter para as modificações a serem impostas ao projeto original de duplicação da BR-364 no trecho entre Candeias e a Unir. A informação é do superintendente regional do Dnit, José Ribamar da Cruz Oliveira, que ontem reuniu os dirigentes da empreiteira para conhecer o andamento dos trabalhos. * O superintendente do Dnit pretende promover já na próxima semana um seminário com as autoridades envolvidas no processo para que os técnicos da Camter possam fazer uma explanação detalhada de todas as modificações sugeridas. Ele espera, com isso, obter um acordo definitivo para a aprovação das alterações necessárias nos pontos mais sensíveis da nova configuração daquele trecho da rodovia. * Serão convidados a participar as prefeituras e câmaras de vereadores de Porto Velho e Candeias, membros da bancada federal de Rondônia, imprensa, representantes da Unir, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Detran, representantes do Ministério Público Federal e Estadual, Tribunal de Contas da União, Sebrae, federações da Indústria e do Comércio e representações da sociedade civil. * Oliveira pretende deixar claras e definitivas as mudanças a serem impostas ao projeto original bem como contar com o comprometimento de todos os setores participantes do encontro. As mudanças, embora reclamadas e permanentemente discutidas, como no caso do acesso à avenida Jatuarana, trevo do Roque e setor comercial de Candeias, não poderão resultar, contudo, em grande elevação no custo final da obra, já que a legislação permite alteração máxima de 25% do projeto original. *De qualquer forma, muito poderá ser feito para a melhoria do projeto, especialmente porque poderão ser acatadas as sugestões dos participantes. E poderá ser pedida a participação de outros setores governamentais, como o Ministério das Cidades, para financiamento de obras como a construção de vias marginais à rodovia. *Superada esta fase, será necessário também o envolvimento da bancada federal rondoniense, especialmente com o empenho do deputado Miguel de Souza, para que as mudanças sejam aprovadas no Ministério dos Transportes e finalmente executadas.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS