close
logorovivo2

Novos temporais podem cair em Porto Velho, alerta pesquisador

Novos temporais podem cair em Porto Velho, alerta pesquisador

DA REDAÇÃO

4 de Abril de 2007 às 14:08

Novos temporais podem cair em Porto Velho, alerta pesquisador

FOTO: (Divulgação)

*De acordo com o pesquisador Daniel Panobianco, o final do inverno amazônico apresenta todos os anos várias tempestades localizadas que provocam em pouco tempo, intensos agüaceiros que, conseqüentemente causam transtornos à população. *A tempestade de ontem em Porto Velho foi causada pelo forte calor em superfície e a alta umidade relativa do ar. As nuvens supercarregadas chegaram a ter até 18 mil metros de altitude causando forte elevação vertical de umidade. Com o nome técnico de cumulonimbus, esse tipo de nebulosidade é comum na Amazônia e está presente na região durante todo o ano. Quando se agrupam a correntes ascendentes e descendentes de ar podem provocar ventos fortes, queda de granizo e até formação de células tornádicas além de descargas elétricas. *A estação meteorológica da Secretaria de Meio Ambiente do Estado registrou 45,6 mm de chuva. A estação está localizada na estrada do Santo Antônio, longe da região central, mais afetada pela chuva. No centro da capital, modelos hidroestimadores de precipitação enfocaram até 100 mm. *Segundo Panobianco, essas células de chuva intensa se formam em questão de minutos e permanecem na maioria das vezes estacionadas sobre uma única região. No caso de Porto Velho, o núcleo mais intenso da tormenta não apresentou nenhum deslocamento desde o ínicio até término da tempestade. *Outras cidades do Estado enfrentam problemas com as constantes chuvas desde dezembro passado, Vilhena é uma delas. Nos três primeiros dias do mês de abril já choveu na cidade praticamente metade de todo o volume esperado para o mês. Nenhum instituto de meteorologia do País previu tamanho volume de água. * “Para os próximos cinco dias, as probabilidades de novas tempestades são elevadas”, informou o pesquisador. Entretanto ressaltou que nessa época do ano é a mais difícil de se fazer uma previsão de tempo com alto grau de confiabilidade. “Com a atmosfera bastante instável, fica quase que impossível dizer como se comportará o tempo nas próximas 24 horas. Mas, todo o Estado de Rondônia, incluindo a capital, devem ter novas e significativas chuvas nos próximos dias”, finalizou.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS