close
logorovivo2

CHAPA 2 presta esclarecimentos sobre as eleições no SINDSEF

CHAPA 2 presta esclarecimentos sobre as eleições no SINDSEF

DA REDAÇÃO

11 de Fevereiro de 2007 às 15:22

CHAPA 2 presta esclarecimentos sobre as eleições no SINDSEF

FOTO: (Divulgação)

*Acompanhando o noticiário de Rondônia é lamentável o desespero demonstrado pelo atual presidente do SINDSEF/RO que ao não ter nada de concreto para apresentar como proposta para os filiados do sindicato que dirige a quatro anos procura denegrir a imagem dos componentes da chapa adversária.

*É verdade que a CHAPA 2 possui várias pessoas que exerceram vários mandatos eletivos. Esquece ele de afirmar também a história destas pessoas na luta pela organização dos trabalhadores e no fortalecimento do movimento sindical: Solivam Antonio, antes de ser vereador em Costa Marques já fora delegado de Base do SINDISEF/RO em Ouro Preto/RO, é uma das pessoas mais respeitadas dentro da FUNASA, o Professor Mario Jorge tem mais de vinte anos de sua vida dedicada à defesa dos trabalhadores públicos, foi dirigente da antiga Associação de Professores de Porto Velho, é um dos fundadores do SINDESEF/RO, entidade que já dirigiu na condição de presidente, Daniel Pereira é um dos fundadores do SINTERO, onde foi delegado de base e dirigente estadual daquela entidade no período 93/94, de onde saiu para ser deputado Estadual por oito anos e hoje é primeiro suplente de Deputado Federal, Inês Zanol é uma das poucas pessoas que foi eleita prefeita duas vezes consecutiva em Rondônia, sendo que sempre esteve junto com todos os movimentos sociais. Não podemos esquecer também a professora Maria Aparecida Rodrigues, ex-vereadora em Pimenta Bueno, que construiu sua história no movimento sindical na condição de Presidente da Associação de Professores de Pimenta Bueno, que foi uma das fundadoras do SINTERO, que ajudou a construir e já foi presidente do SINDSEF/RO. A apresentação destas poucas pessoas demonstra a qualidade dos componentes da CHAPA 2.

*A diferença entre os membros da CHAPA 2 e a chapa encabeçada pelo atual presidente é gritante. Quando ele fala em gente que ficou sem mandato vamos fazer uma pequena comparação entre um membro de cada chapa: cada uma das chapas teve um de seus membros concorrendo a vereador em Porto Velho na última eleição. A CHAPA 2 teve o professor Mario Jorge, que depois de exercer quatro mandatos consecutivos, não foi reeleito, ficando na segunda suplência de sua coligação com mais de 1.600 votos. Por sua vez a CHAPA 1 teve como representante Ernildo Paschoal, que com o apoio de toda a máquina de um dos mais poderosos sindicatos de Rondônia teve a pífia votação de apenas 500 sufrágios.

*Conforme de observa, o correto é afirmar que a CHAPA 2 é formada por um grupo de pessoas que já tiveram vários mandatos eletivos e na CHAPA 1 temos várias pessoas que foram candidatos em várias eleições e não se elegeram.

*Durante a infeliz tentativa de articular uma defesa da sua desastrada gestão, o representante da CHAPA 1 fala da grande estrutura do SINDSEF/RO e dos precatórios que deverão ser pagos no futuro, fatos que são verdadeiros. Ele apenas deixou de dizer que quase toda a estrutura do Sindicato existente atualmente foi construída durante as gestões da professora Maria Aparecida Rodrigues e do professor Mario Jorge, ambos membros da CHAPA 2.

*A atual gestão, além de nada deixar de legado para as gestões futuras, não consegue sequer manter o patrimônio recebido das gestões anteriores. Basta ver o estado de conservação das atuais sedes administrativa e social do Sindicato em Porto Velho. Ele também não informa quando foi que as ações que estão gerando os milionários precatórios foram ajuizados. Todos eles ocorreram em gestões passadas, nenhum decorre da iniciativa da atual gestão, muito embora estejam dirigindo o sindicato há quatro anos.

*Os membros da CHAPA 2 não estão fazendo nenhum tipo de acusação leviana, que não podem provar. Todas as afirmações são verdadeiras. Por exemplo: Os professores do Ex-território Federal de Rondônia ficaram sem aumento, que os trabalhadores da FUNASA, desesperados com a inoperância da atual direção do SINDSEF/RO pensam em criar um novo sindicato, que a atual direção não vinha pagando as contribuições devidas a CUT, que só recentemente, depois de iniciado o processo eleitoral, fizeram o pagamento com cheques pré-datados, que no ano passado, pela primeira vez na história do SINDSEF/RO, o Estado de Rondônia não pode participar do Congresso da CONSEF ? Confederação dos Servidores Públicos Federais porque a atual direção não quitou seus débitos com aquela entidade, que os atuais dirigentes deixaram de pagar as prestações do PROHACAP e hoje o SINDSEF/RO está sob investigação do Ministério Público Federal depois de denuncias de professores prejudicados.

*Por fim cabe dizer que o Professor Herclus Antonio Coelho de Lima em momento algum pode ser acusado de omisso e oportunista. Durante um ano ele insiste em conseguir simples cópias de processos de despesas do sindicato sem obter êxito, pois a atual direção age como se o sindicato fosse patrimônio pessoal de alguns diretores, escondendo aquilo que deveria ser público e como diz o velho ditado: quam não deve não teme. O professor Herclus esta à frente da melhor chapa que já foi montada para dirigir o sindicato na presente eleição. Onde todos são conscientes de que terão de dar o melhor de si para resgatar a dignidade dos filiados do SINDSEF/RO para que o nosso sindicato realmente volte a ser de todos.

*Temos certeza de uma coisa. Nos dias 24 e 25 de fevereiro próximo os filiados em todo o Estado vão se pronunciar, pois os filiados querem um sindicato para lutar e vão votar na CHAPA 2. MUDA SINDSEF! ! !

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS